Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

terça-feira, 11 de julho de 2017

"Deputado Oscar se reúne com o Ministro de Minas e Energia em Brasília"

“A revogação da portaria 64/201, foi um dos temas da audiência, que contou com a presença do deputado federal Fábio Garcia (PSB)”. Nesta segunda-feira (11.07) o deputado estadual Oscar Bezerra (PSB) em uma ação conjunta com o deputado federal Fábio Garcia (PSB) se reuniram com o Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho e representantes da GOOGAVEPE (Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto), para discutir a atual situação da mineração, reservas de extração e dos garimpeiros em Mato Grosso.

Um dos temas abordados foi à revogação da portaria n° 64/2011, que delimita a área de extração mineral. “A extinção da portaria poderá amenizar algum conflito maior. Cidades como Peixoto de Azevedo, Matupá, Novo Mundo, Guarantã do Norte e Terra Nova do Norte, são ricas em mineração, caso o Ministério não solucione o problema a situação pode se agravar entre os moradores locais que lutam pelo crescimento da região”,argumentou o deputado.

A região norte é rica em mineração e diversas famílias, somente na região de Peixoto de Azevedo buscam trabalho na extração de minerais. “Muitas famílias esperam esta decisão para que possam dar em frente seus projetos e planos”, explicou Oscar.

LUZ PARA TODOS

Durante a reunião o deputado Oscar, levantou a discussão sobre uma exigência feita pela Energisa sobre a necessidade de apresentação de titularidade da área para o ligamento de luz. “A maioria das pessoas são de assentamento e não possui o título da área, esse pedido dificulta o andamento do programa”, ressaltou. Segundo Ministro, Fernando Coelho Filho, a Energisa será acionada a dar explicações sobre o fato.

Diego Saporski

Nenhum comentário:

Postar um comentário