Mato Grosso Previdência

Mato Grosso Previdência
Av. Dr. Helio Ribeiro, 487, Edifício Concorde - Térreo Bairro: Residencial Paiaguás CEP 78048-250 - Cuiabá - MT Telefone Geral: (65) 3363.5300 Disque Servidor: 0800 647 3633

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM
Horário de atendimendo: Manhã: das 08:00 ás 11:00 Tarde: das 13:00 ás 17:00 Telefone: (65) 3308-6000 Ouvidoria: 0800 647 6022

Cuiabá Humanizada

terça-feira, 29 de agosto de 2017

"Músicos reivindicam maior participação na Ordem"

Audiência pública realizada pela ALMT debateu a reestruturação da Ordem dos Músicos do Brasil em Mato Grosso. A audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa para debater a reestruturação da Ordem dos Músicos do Brasil em Mato Grosso (OMB-MT) foi marcada pelas reivindicações dos profissionais para garantir maior participação na direção da entidade. O debate ocorreu nessa segunda-feira (28) após requerimento do professor e deputado Allan Kardec (PT). Grande parte dos músicos alega que a maior participação deve ser viabilizada com eleição direta para escolher a nova diretoria. O atual presidente da OMB-MT, Paulo César da Silva, foi nomeado por intervenção da direção nacional.

O maestro Fabrício Carvalho afirma que a eleição pode trazer novos músicos. “Temos que parar de reclamar da escuridão e acender velas. É assim que podemos nos unir e criar uma Ordem mais forte”.

O presidente nacional da Ordem dos Músicos, Gerson Tarjes, alega que a intervenção foi necessária porque a entidade foi administrada por várias décadas pelo mesmo grupo político, o que acabou afastando a base das direções estaduais. “Mas estamos fazendo relatório das finanças e número de filiados para resolver as pendências junto ao Tribunal de Contas da União (TCU). Esperamos que, em 90 dias, já poderemos ter data para a eleição porque não somos contra a democratização da entidade”.

Parte dos músicos também reivindicou acesso a todos os dados da gestão. O professor e deputado Allan ofereceu apoio com assessoria jurídica e contábil para reestruturação da Ordem. “Precisamos também de convênios para atender a categoria, realizar pesquisas para saber quantos e quem são os profissionais no Estado, lutar pela construção de uma sede própria, bem como leis que garantam maior participação dos nossos artistas nos eventos regionais”, afirma Allan.

Paulo César estima que Mato Grosso conte com cerca de 5 mil músicos profissionais e 20 mil pessoas que, assim como o deputado Allan, fazem da música opção de lazer e manifestação artística.

Para ver mais fotos dessa audiência pública clique AQUI. 

Por TÉO MENESES / Assessoria de Gabinete
Audiência pública para debater a reestruturação da Ordem dos Músicos do Brasil - Seção MT (Foto: Angelo Varela/ALMT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário