Cuiabá Bom de Bola

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Endereço: Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT, CEP.:78049-901

CÂMARA MUNICIPAL de RONDONÓPOLIS - Presidente Rodrigo da Zaeli (PSDB)

CÂMARA MUNICIPAL de RONDONÓPOLIS - Presidente Rodrigo da Zaeli (PSDB)
Endereço RUA CAFELÂNDIA, 434 Bairro: LA SALLE RONDONÓPOLIS - CEP 78.710-050 - MT

A Assembleia Legislativa do Mato Grosso criou um aplicativo inovador para ajudar os cidadãos MT

CENSO AGRO 2017

CENSO AGRO 2017
"Juntos,vamos colher resultados para o Brasil

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

"Secom pagou gráfica Milenium e Diário de Cuiabá por serviços não prestados"

Silval Barbosa revelou em sua delação premiada (Volume 1, pág. 92) que assumiu dívidas de campanha no ano de 2010 no Estado de Mato Grosso, de deputados estaduais e federais da coligação, tendo ficado um saldo para pagamento no valor aproximado de R$ 4 milhões de reais com a gráfica Milenium, do Grupo Gazeta de Comunicação. Esta e uma outra dívida com o jornal Diário de Cuiabá, de cerca de R$ 1 milhão, foram pagas pela Secom do Estado, à época sob gestão de Osmar Carvalho, por meio de serviços pagos e não prestados.
"Após a campanha, o colaborador começou a receber cobranças de Dorileo Leal para pagamento dessa dívida, oportunidade em que o colaborador, juntamente com EDER MORAES, contactaram a diretoria do BIC BANCO e, com a concordância da DIRETORIA DO BIC BANCO, efetuaram um empréstimo junto a tal banco em nome das empresas do GRUPO GAZETA no valor aproximado de R$ 4 milhões de reais.
Vol 1 pag 92 A forma encontrada para pagar tal financiamento foi através de uma prestação de serviço não executada pela SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO em face do Grupo Gazeta, sendo que com os valores recebidos pelo Estado Dorileo Leal quitou o financiamento do BIC BANCO, sem a prestação devida dos serviços junto ao Estado.

O mesmo procedimento foi realizado com o Diário de Cuiabá, tendo sido feito um financiamento junto ao BIC BANCO no valor em torno de R$ 1 milhão de reais, pago também através da SECRETARIA DE COMUNICAÇAO por serviços não executados. Tal assunto foi tratado com Gustavo Capilé, que recebia do estado para quitar o empréstimo junto ao BIC BANCO sem prestar o serviço contratado junto ao Estado, sendo que na época dos fatos o Secretário da Secretaria de Comunicação Osmar de Carvalho tinha conhecimento dos fatos."

Cícero Henrique
caldeiraopolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário