Cuiabá Bom de Bola

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Endereço: Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT, CEP.:78049-901

CÂMARA MUNICIPAL de RONDONÓPOLIS - Presidente Rodrigo da Zaeli (PSDB)

CÂMARA MUNICIPAL de RONDONÓPOLIS - Presidente Rodrigo da Zaeli (PSDB)
Endereço RUA CAFELÂNDIA, 434 Bairro: LA SALLE RONDONÓPOLIS - CEP 78.710-050 - MT

A Assembleia Legislativa do Mato Grosso criou um aplicativo inovador para ajudar os cidadãos MT

CENSO AGRO 2017

CENSO AGRO 2017
"Juntos,vamos colher resultados para o Brasil

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

"Em Uberaba, Rodrigo Maia defende agenda de reformas"

Rodrigo Maia em MGO presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, esteve nesta quinta-feira (14) em um seminário na Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba (MG), para falar sobre a pauta do Legislativo e ouvir reivindicações da região.

Maia explicou que a prioridade tem sido a reforma do Estado brasileiro e disse esperar que isso continue para além deste governo. “Enquanto não reformarmos o Estado brasileiro não teremos recursos nem para a saúde, nem para a educação, nem para nenhum outro investimento público”, afirmou.

Para Maia, a agenda de votações neste momento deve garantir segurança jurídica dos negócios. Ele ressaltou que a Câmara já conseguiu isso ao aprovar a reforma trabalhista.
“Conseguimos ter uma legislação que pode ajudar o setor privado a gerar emprego e ter mais tranquilidade na relação com a Justiça do Trabalho, que tem sido muito negativa para a sociedade brasileira. A legislação trabalhista, em vez de proteger, tem gerado milhões de desempregados. Nosso papel foi tentar reorganizar isso”, afirmou.
Reformas
O presidente da Câmara ressaltou como próximas pautas, além da reforma da Previdência, mudanças sobre licenciamento ambiental e na área de construção civil. Ele também tentará colocar em votação mudanças rumo a uma reforma tributária, principalmente a simplificação dos impostos federais e a unificação do ICMS, imposto estadual que tem legislações diferentes em cada estado.

Para Maia, os recursos públicos têm de sair do governo federal e ir para as prefeituras, reduzindo o tamanho do Estado e dando mais independência para que os municípios invistam.

“A gente precisa que o governo federal fique mais com a regulação. O governo federal fica com tudo, e os prefeitos, que têm mais responsabilidade, não têm nada. No final, os gastos da União são tão grandes que a sociedade paga um preço que não precisa”, disse.
Maia foi ao Triângulo Mineiro a convite do líder do PSD, deputado Marcos Montes (MG), e falou a empresários, líderes políticos e jornalistas da região.
Reportagem - Marcello Larcher
Edição - Ralph Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário