Mato Grosso Previdência

Mato Grosso Previdência
Av. Dr. Helio Ribeiro, 487, Edifício Concorde - Térreo Bairro: Residencial Paiaguás CEP 78048-250 - Cuiabá - MT Telefone Geral: (65) 3363.5300 Disque Servidor: 0800 647 3633

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM
Horário de atendimendo: Manhã: das 08:00 ás 11:00 Tarde: das 13:00 ás 17:00 Telefone: (65) 3308-6000 Ouvidoria: 0800 647 6022

Cuiabá Humanizada

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

"LEGISLATIVO DE CUIABÁ: Com vereadores, Curvo apoia abertura da CPI de Emanuel Pinheiro e quer reunião com Fux"

Em reunião com onze vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá, no final da tarde desta quinta-feira (14), o procurador-geral de Justiça do Estado de Mato Grosso, Mauro Benedito Pouso Curvo, apoiou e disse que os parlamentares devem dar prosseguimento no processo de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB). “Diante dos absurdos que testemunhamos pela imprensa é necessário sim que se tomem providências. E a sociedade tem cobrado principalmente dos vereadores de Cuiabá e de nós, membros do Ministério Público, essas providências. Precisamos dar a resposta”, disse Curvo, em menção às imagens veiculadas na televisão nas quais Emanuel Pinheiro coloca dinheiro nos bolsos do paletó. A reunião com Mauro Curvo foi uma solicitação do vereador Gilberto Figueiredo (PSB) que – junto com mais seis parlamentares – assinou o pedido de CPI na Câmara de Cuiabá. Contudo, para que a CPI seja instaurada ainda são necessárias mais duas assinaturas, totalizando nove vereadores. Conforme explicou Gilberto Figueiredo, o encontro teve o intuito justamente de pedir o apoio e envolvimento dos membros do Ministério Público Estadual (MPE) para que haja celeridade no processo de investigação em relação às denúncias contra Emanuel Pinheiro. “As imagens são muito fortes. Hoje, a população quer e precisa de uma explicação e nós, vereadores, somos a voz dessa população”, falou. O vereador ressaltou ainda que o cuiabano – pau rodado ou de tchapa e cruz – precisa recuperar a autoestima e ter condições de dar sequência aos projetos de desenvolvimento da Capital. “Precisamos caminhar para frente e, para isso, precisamos esclarecer este assunto”.
COMPARTILHAMENTO – Apesar de apoiar a abertura da CPI, o chefe do Ministério Público Estadual explicou que todo o processo está em poder do Supremo Tribunal Federal (STF). Isto impede, neste momento, a atuação do Ministério Público de Mato Grosso. “O processo está no STF e não foi compartilhado com o Ministério Público de Mato Grosso. Estamos no aguardo do desmembramento para que se faça o compartilhamento dessas denúncias e possamos agir. Foi o MP que começou essas investigações e conseguiu colocar o ex-governador e seus secretários na cadeia. Agora esperamos o compartilhamento para dar continuidade a esse trabalho”, contou Curvo. O procurador-geral de Mato Grosso alertou ainda que é preciso ter muito cuidado nesse processo de desmembramento e compartilhamento, para que não haja prejuízo à Justiça. “O tempo é um inimigo, já que muitos envolvidos em escândalo de corrupção acabam se protegendo em cargos que possuem prerrogativa de função. No entanto, ter paciência é fundamental neste momento para que consigamos provas suficientes para não ter indeferido nenhum pedido à Justiça lá na frente. Para isso precisamos que a Procuradoria Geral da República compartilhe com o Ministério Público Estadual as investigações". FUX – Curvo informou que solicitou uma reunião com o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, o autor da homologação da delação premiada de Silval Barbosa, e aguarda a resposta para os próximos dias. Isto, para garantir que o MPE-MT tome as devidas providências. Os vereadores também se comprometeram em atuar para a realização da reunião com Fux. Além de Gilberto Figueiredo, participaram da reunião os vereadores Felipe Welaton (PV), Dilemário Alencar (PROS), Marcelo Bussiki (PSD), Misael Galvão (PSB), Marcos Veloso (PV) e os suplentes Dodo Veggi (PRP), Abílio Diniz (PSC), Elizeu Nascimento (PSHC), Demilson Nogueira (PP), Luis Cláudio (PP).

ZF PRESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário