A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018

Vivência com o povo Xavante, 6 a 12 de Julho de 2018
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Greenpeace no Brasil

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

"Prefeitos buscam esclarecimentos sobre programa Luz Para "

Os prefeitos de Comodoro e Santa Terezinha, Jeferson Ferreira e Euclésio José Ferretto, estiveram em Cuiabá nesta terça-feira (12) em busca de esclarecimentos sobre o Programa Luz Para Todos. Eles se reuniram com o coordenador de Relações com o Poder Público da Energisa, João Gonzaga da Silva, na sede da Associação Mato-grossense dos Municípios para discutir a situação dos assentamentos Zambam e Carlos Pelicolis. O presidente da AMM, Neurilan Fraga, acompanhou a reunião e destacou que vários prefeitos têm dúvidas sobre os projetos de abastecimento de energia em áreas que ainda não possuem regularização fundiária.
“O acesso à energia elétrica é fundamental para o desenvolvimento da agricultura familiar nos municípios, por isso os gestores estão buscando resolver as pendências burocráticas que impedem essas ligações”, explicou. De acordo com o prefeito Jefferson, o gleba Zambam possui hoje 300 famílias estabelecidas que dependem do acesso à rede elétrica para desenvolver suas atividades. Ele contou que a regulamentação fundiária está em processo judicial e que está acompanhando os trâmites junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). “A ligação dessas 300 famílias, que estão a pouco mais de 20 km da sede do município, resultará em um salto de desenvolvimento para a economia de Comodoro”, ressaltou. O prefeito Euclésio José Ferretto falou sobre a expectativa da população em relação ao acesso à energia. “O produtor familiar cobra do prefeito apoio para resolver essas questões, que envolvem a infraestrutura mínima para produzir e gerar renda para a sua família”, frisou. Conforme o coordenador da Energisa, a empresa não realiza ligações em área de litígio, mesmo com o projeto da rede aprovado. Ele sugeriu que seja provocada a assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta na promotoria do município, onde os proprietários das áreas autorizarão a ligação das residências dos assentados à rede elétrica. “Estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos necessários que os representantes dessas famílias sobre as ligações”, acrescentou Gonzaga. Ao final da reunião, ficou definido que os gestores irão protocolar ofícios na empresa de energia solicitando esclarecimentos técnicos sobre as áreas em questão e orientações sobre os procedimentos para garantir as ligações no Programa Luz Para Todos

Agência de Notícias da AMM

Nenhum comentário:

Postar um comentário