Mato Grosso Previdência

Mato Grosso Previdência
Av. Dr. Helio Ribeiro, 487, Edifício Concorde - Térreo Bairro: Residencial Paiaguás CEP 78048-250 - Cuiabá - MT Telefone Geral: (65) 3363.5300 Disque Servidor: 0800 647 3633

Cuiabá Humanizada

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

"Sessão especial abre semana de comemorações do aniversário da PMMT"

A iniciativa foi do deputado Guilherme Maluf (PSDB), que homenageou doze oficiais e o delegado Roger Elizandro Jarbas, secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, além de vários outros militares de diversas patentes. Os 182 anos de serviços prestados pela Polícia Militar do Estado de Mato Grosso foi comemorado durante uma sessão especial realizada no Plenário das Deliberações “Renê Barbour”, na Assembleia Legislativa, com entrega de títulos de cidadão mato-grossense e moções de aplausos a integrantes da instituição. A iniciativa foi do deputado Guilherme Maluf (PSDB), que homenageou doze oficiais e o delegado Roger Elizandro Jarbas - atualmente ocupando a pasta de secretário de Segurança Pública do Estado de Mato Grosso - além de vários outros militares de diversas patentes. O deputado abriu a sessão com um pronunciamento sobre a história e o trabalho desenvolvido pela Polícia Militar de Mato Grosso. Em seguida, foi apresentado um vídeo sobre o treinamento da Polícia Militar. “Não se trata apenas da comemoração dos 182 anos da Polícia Militar em Mato Grosso, mas sim da comemoração de uma instituição séria, que possui homens de bem que zelam pela segurança do Estado”, destacou Maluf. O deputado lembrou ainda que o Estado necessita reforçar a segurança pública, aumentando seu efetivo para se tornar ainda mais forte, e destacou que o governador Pedro Taques (PSDB) trabalha para melhorar esse setor, com o apoio da Assembleia Legislativa. “É uma instituição que precisa da adesão da classe política para ter novos investimentos e, com isso, possamos aumentar o número efetivo. A data de hoje é uma homenagem a essas pessoas que estão nas ruas zelando do cidadão mato-grossense”, disse o parlamentar. O comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Marcos Vieira da Cunha, destacou a Corporação, que conta com aproximadamente oito mil policiais e, segundo ele, é a única instituição que está nos 141 municípios mato-grossenses. “Essa semana comemorativa começa hoje na Assembleia. Agradeço esta Casa pelo reconhecimento dos serviços prestados pela Polícia Militar no Estado”, disse Cunha. Durante as homenagens, o coronel recebeu o título de cidadão mato-grossense pelos serviços prestados. “Este título tem um significado especial para mim. Cresci dentro da própria Polícia, começando desde soldado até chegar ao cargo de coronel, e agora, comandante-geral da Polícia Militar. Com certeza, vou fazer jus a esse título trabalhando em prol da sociedade mato-grossense”, discursou Cunha. O secretário de Segurança Pública do Estado de Mato Grosso, Roger Jarbas, falou da importância da instituição para a segurança da sociedade e parabenizou a iniciativa da Assembleia pelas homenagens. “A Polícia Militar é uma instituição imprescindível para que as pessoas consigam exercer a cidadania. O sistema de segurança pública de Mato Grosso sofreu mudanças com os investimentos do governo do estado, e hoje posso garantir que é um dos mais eficientes do país”, assegurou Jarbas. “Esse título de cidadão é um marco na minha vida. Tenho orgulho de viver em Mato Grosso, porque aqui é minha terra e ter esse reconhecimento dos representantes da Assembleia Legislativa é algo muito importante para mim”, afirmou o secretário. Sobre a Polícia Militar - A criação da Polícia Militar no Brasil remonta à visita da Família Real portuguesa ao Rio de Janeiro, em 1808. À época, uma Guarda Real foi instituída para zelar pela segurança dos nobres, dando origem ao primeiro grupamento do tipo no país. As Constituições imperiais, posteriormente, já contemplavam a existência desse tipo de força de segurança nos estados. Cada estado brasileiro possui uma força de segurança cuja função é realizar um policiamento ostensivo e preservar a lei e a ordem pública. Subordinam-se aos governadores estaduais e compõem uma reserva automática das Forças Armadas Nacionais. A estrutura de organização da Polícia Militar corresponde àquela adotada pelo Exército, com a divisão em regimentos, batalhões, companhias e pelotões, bem como a hierarquia nos postos de comando. A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso (PMMT) tem por função primordial o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública do Estado. É uma força auxiliar e reserva do Exército Brasileiro e integra o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social brasileiro. Seus integrantes são denominados militares estaduais. A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso está organizada operacionalmente em batalhões de Polícia Militar (BPM), Regimento de Policiamento Montado (RPMon) e Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPMs), distribuídos em quatorze Comandos Regionais (CRs) e um Comando Especializado (CESP); além de grupos integrados com outras forças de segurança ligados diretamente à Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) e outros órgãos como o Gaeco, do Ministério Público Estadual (MPE).

Por JOSÉ LUIS LARANJA/Secretaria de Comunicação
(Foto: Ronaldo Mazza/ALMT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário