Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT

Trabalhando e Cuidando da Gente

Tribunal de Contas de Mato Grosso

Tribunal de Contas de Mato Grosso
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo

sexta-feira, 15 de março de 2019

"Consórcio Aeroeste arremata aeroportos de Mato Grosso com ágio superior a 4.700%"

Autor da proposta para realização dos leilões em bloco, o senador Wellington Fagundes comemorou o resultado expressivo da concessão. O consórcio Aeroeste, formado pelas empresas Socicam Terminais Rodoviários (85%) e Sinart Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (15%), arrematou em leilão realizado na Bolsa de Valores de São Paulo os aeroportos que integram o chamado “Bloco do Centro-Oeste”, nas cidades de Várzea Grande (Cuiabá), Rondonópolis, Sinop e Alta Floresta. Valor: R$ 40 milhões, com ágio de 4.737%. Além do consórcio vencedor, o bloco foi disputado por mais uma empresa, a Construcap, de São Paulo. Além dos aeroportos de Mato Grosso,, foram a leilão aeroportos do Nordeste e do Sudeste. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), com a disputa, realizada em três blocos, a arrecadação do governo ficou em R$ 2,377 bilhões, um valor de R$ 2,158 bilhões acima do mínimo fixado pelo edital para o valor de outorga inicial. O ágio médio do leilão foi de 986%.
Além do valor à vista, as regras do leilão preveem ainda uma outorga variável a ser paga ao longo dos 30 anos de concessão estimada em R$ 1,9 bilhão para os três blocos de aeroportos concedidos. O lote de aeroportos do Centro-Oeste, o menor dos três, tinha valor mínimo de R$ 800 mil.
“Chegamos a valores expressivos, o que demonstra o sucesso dessa iniciativa que começou em 2016, quando apresentei relatório de avaliação do Plano Nacional de Desenvolvimento da Aviação Regional, à Comissão do Senado. Sugerimos os leilões em bloco e aí está esse grande resultado” – disse o senador Wellington Fagundes (PR-MT), que acompanhou o pregão na Bovespa ao lado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ministro de Governo.
Presidente da Frente Parlamentar Mista da Logística de Transporte e Armazenagem, Fagundes afirmou que a concessão desses quatro aeroportos em Mato Grosso representa um dos marcos no avanço da logística no Estado. “É um sonho longamente acalentado pelo meu Estado. E lutamos muito por isso” – destacou o republicano. “Me sinto absolutamente contemplado sendo participante ativo dessa grande conquista”.
O leilão, segundo o ministro da Infraestrutura, confirmou a expectativa do Governo de forte disputa e interesse de investidores estrangeiros. Ao todo, 9 grupos de investidores apresentaram propostas no leilão de 12 aeroportos, divididos nos lotes Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste. "Uma forte demonstração de confiança do investidor estrangeiro no vigor do mercado brasileiro, na condução da política econômica e na possibilidade de termos reformas", disse Tarcísio Freitas.
Os quatro aeroportos de Mato Grosso tem uma movimentação estimada para este ano de 3,2 milhões de passageiros. Os investimentos previstos em melhorias e modernização está estimado em R$ 771 milhões, sendo R$ 386 milhões até o quinto ano. O contrato de concessão terá validade de 30 anos.
Da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos