Mato Grosso Previdência

Mato Grosso Previdência
Av. Dr. Helio Ribeiro, 487, Edifício Concorde - Térreo Bairro: Residencial Paiaguás CEP 78048-250 - Cuiabá - MT Telefone Geral: (65) 3363.5300 Disque Servidor: 0800 647 3633

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM
Horário de atendimendo: Manhã: das 08:00 ás 11:00 Tarde: das 13:00 ás 17:00 Telefone: (65) 3308-6000 Ouvidoria: 0800 647 6022

Cuiabá Humanizada

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

"Alta Floresta deve ganhar novo Centro de Detenção Provisória"

O deputado Romoaldo Júnior (PMDB) esteve em Alta Floresta nesse fim de semana, o secretário e coronel Airton Benedito Siqueira Júnior, da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). Eles visitaram o terreno onde será construído o novo CDP. O deputado Romoaldo Júnior (PMDB) esteve em Alta Floresta (795 km de Cuiabá) nesse fim de semana (26), acompanhado do secretário e coronel Airton Benedito Siqueira Júnior, da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) de Mato Grosso. Eles visitaram o terreno onde será construído o Centro de Detenção Provisória (CDP) no município. A visita à cidade é fruto de uma reunião realizada no último dia 18, entre o deputado e o prefeito Asiel Bezerra com o governador Pedro Taques (PSDB), quando foi tratada a viabilização para a construção do novo CDP com 158 vagas.

O objetivo da construção de um novo Centro de Detenção é tentar amenizar as péssimas condições da Cadeia Pública de Alta Floresta. O local tem capacidade para 70 presos, no entanto encontra-se superlotado, abrigando mais de 170 detentos. O local recebe presos de toda a região principalmente dos municípios de Apiacás, Carlinda, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde e Paranaíta, além dos de Alta Floresta.

“Nós preferíamos anunciar aqui que a população carcerária diminuiu. Mas como a nossa realidade é outra, nós estamos lutando para que seja concretizada a construção do CDP para resolver a superlotação na atual cadeia, bem como oferecer um pouco de dignidade para os que estão sob regime carcerário”, disse Romoaldo, ao ressaltar que o projeto que prevê atendimento de toda a região também irá gerar empregos e amenizar os problemas de saneamento e higiene e superlotação, vivenciados na atual cadeia pública. “Este é um projeto por qual eu luto desde quando eu era prefeito de Alta Floresta”, completa.

O coronel Airton Benedito Siqueira Júnior reconheceu o empenho do deputado e do prefeito e disse que a construção do CDP é fundamental, pois irá proporcionar melhores condições de trabalho para os profissionais que lidam com a segurança pública, além de melhores condições de vida, não apenas para os recuperandos que estão lá pagando suas penas, mas também para os seus familiares, em dias de visita.

“É preciso resolver o problema da superlotação na cadeia pública da cidade. Inicialmente, o projeto prevê a construção de 158 celas, mas estamos trabalhando para que chegue até 256 vagas para que, realmente, possa atender adequadamente a população”, declarou o secretário, ao reforçar que o CDP será um garantidor da segurança pública na região.

O prefeito afirmou que o município não poderia deixar de colaborar com o Estado para resolver a situação da atual unidade prisional. “Estamos empenhados em auxiliar e o município não poderia perder a oportunidade de resolver a questão da atual unidade”, declarou o prefeito, ao informar que a doação da área passará pela aprovação da Câmara Municipal.

Por MÁRCIA MARTINS / Assessoria de Gabinete
(Foto: JLSiqueira/ALMT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário