Mato Grosso Previdência

Mato Grosso Previdência
Av. Dr. Helio Ribeiro, 487, Edifício Concorde - Térreo Bairro: Residencial Paiaguás CEP 78048-250 - Cuiabá - MT Telefone Geral: (65) 3363.5300 Disque Servidor: 0800 647 3633

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM
Horário de atendimendo: Manhã: das 08:00 ás 11:00 Tarde: das 13:00 ás 17:00 Telefone: (65) 3308-6000 Ouvidoria: 0800 647 6022

Cuiabá Humanizada

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

"ELEIÇÃO NA ALEMANHA: Merkel é atacada com tomates durante comício"

Merkel acena antes de ser alvo de ataque com tomatesTomates atingem apresentadora do ato em Heidelberg e respingam em chanceler, que reage com tranquilidade. Manifestantes tentam com gritos e vaias impedir discurso da líder da CDU. Polícia investiga o caso. A chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, foi atacada com tomates nesta terça-feira (05/09) durante um comício de seu partido, a União Democrata-Cristã (CDU), em Heidelberg. Merkel não chegou a ser diretamente atingida pelos frutos. Segundo a polícia, dois tomates foram lançados contra a chanceler e um respingou em Merkel quando ela já tinha acabado o discurso. Já a apresentadora do comício, que estava ao lado da líder da CDU, foi atingida pelos frutos. A chanceler reagiu com tranquilidade, ofereceu um lenço de papel para a apresentadora e, depois, limpou os respingos em sua jaqueta vermelha escolhida para o ato. A polícia ainda não identificou os responsáveis pelo ataque. Além das centenas de pessoas reunidas para o comício na praça da Universidade de Heidelberg, estavam no local cerca de 40 manifestantes que tentaram impedir o discurso de Merkel com gritos e vaias. O grupo gritou palavras como "mentirosa", "hipócrita" e "traidora do povo", expressões geralmente usadas por simpatizantes do partido populista de direita Alternativa para a Alemanha (AfD) e do grupo anti-islã Pegida para atacar a chanceler. Durante o discurso, Merkel elogiou os voluntários que se engajaram para receber os refugiados no auge da crise migratória, mas ressaltou que a situação de 2015 não pode mais se repetir. A polícia afirmou que os tomates foram lançados de duas direções diferentes. Uma investigação por tentativa de danos corporais e materiais foi aberta. Durante o comício, houve também pequenos confrontos entre manifestantes contra e pró-Merkel. Essa não foi a primeira vez que manifestantes atrapalham um comício da chanceler. Em Gelnhausen, no estado de Hessen, um grupo de apoiadores do AfD tentaram impedir o discurso de Merkel com muito barulho.
CN/dpa/afp/efe/ots/cp

Nenhum comentário:

Postar um comentário