Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA

BOLSONARO X CLASSE TRABALHADORA
BOLSONARO NÃO!

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

"Representantes do Fomento Comercial defendem importância da contribuição sindical"

Com as alterações trazidas pela Lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017, a reforma trabalhista, a contribuição sindical deixou de ser compulsória, ficando a escolha dos contribuintes recolherem ou não as taxas sindicais. Apoiando a nova modalidade de contribuição sindical, que agora é por meio da liberalidade, a presidente do Sindicato das Empresas de Fomento Comercial do Estado de Mato Grosso (SINFAC-MT), Patrícia Ferreira Borbon Neves e o presidente da Federação Brasileira de Fomento Comercial (FEBRAF) – entidade sindical que reúne os sindicatos das empresas de fomento no país, Luiz Lemos Leite, destaca a importância da continuidade da colaboração sindical pelos trabalhadores e empregadores que estão sob o amparo dos sindicatos. “Existem mais de mil empresas de fomento comercial no Brasil, que mantêm alta capilaridade no oferecimento de crédito a mais de 200 mil empresas clientes, fator que é essencial para gerar e manter cerca de 3 milhões de empregos diretos e indiretos, em todo país”, ressalta Luiz Lemos.
REPRESENTATIVIDADE – O presidente da FEBRAF, Luiz Lemos Leite destaca que o amparo sindical por parte da entidade sindical em nível nacional assim como em nível estadual, que em Mato Grosso é de responsabilidade do SINFAC-MT, garante representatividade junto à sociedade e aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Exemplo de representatividade junto ao Poder Judiciário, foi o seminário: O Fomento Comercial na Perspectiva do Superior Tribunal de Justiça, realizado em 10 de março de 2017, no auditório do Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, por iniciativa do STJ e da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Projetos, com apoio da FEBRAF, Associação Nacional de Fomento Comercial (ANFAC) e Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP), além da presença de 600 empresários de Fomento Comercial de todo o país. Quanto à representatividade junto ao Poder Legislativo, a Associação Nacional de Fomento Comercial (ANFAC), realizou em novembro de 2017, uma reunião com o deputado federal Luiz Carlos Hauly, relator da Reforma Tributária, que esclareceu pontualmente as características do projeto de lei que tramita na Câmara Federal. Quanto ao Poder Executivo, tanto a FEBRAF, ANFAC e os SINFACs de todo o país têm estabelecido políticas de continuo diálogo e esforços para garantir que os princípios autorregulados do Fomento Comercial sejam estabelecidos e desenvolvidos da forma mais eficaz junto à sociedade, cumprindo, principalmente, a função social de garantir crédito as empresas de pequeno e médio porte. “Estamos convictos de que nossa atividade junto à sociedade é fundamental para manter a oferta de crédito de forma célere, eficaz e inteligente. Por isso, reafirmamos que a contribuição sindical, apesar de ser uma liberalidade, é fundamental para a manutenção das atividades sindicais, que de forma transparente e pública presta um serviço de proteção, representatividade e fortalecimento aos associados”, destaca a presidente do SINFAC-MT, Patrícia Ferreira Borbon Neves.
ZF PRESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário