Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

"Prefeitura de Cuiabá - Trabalhando e cuidando da gente"

Todos juntos contra a dengue

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

"Prefeita de Chapada dos Guimarães solicita vistoria do Crea-MT em obra da Estação de Tratamento de Água (ETA)"

Prefeita de Chapada dos Guimarães solicita vistoria do Crea-MT em obra da Estação de Tratamento de Água (ETA)O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), João Pedro Valente, recebeu em seu gabinete na tarde de quarta-feira (14/02), a prefeita do município de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira. A gestora municipal solicitou uma vistoria técnica do Crea-MT para avaliar o funcionamento do Sistema de Abastecimento de Água e Esgoto (SAAE) do município. O serviço foi interrompido durante a semana de Carnaval. A obra foi inaugurada há pouco mais de 20 dias. “O problema gerou um desgaste nesses dias sem água. E a população precisa de uma explicação, até porque nesse período de carnaval aumenta a movimentação de turistas na cidade. Como o Crea-MT é um órgão respeitado e com experiência técnica procuramos o Conselho para vistoriar o local”, disse Thelma.
Vereador Luciano Augusto Nunes
O presidente do Crea-MT, João Pedro Valente afirmou à prefeita que encaminhará uma equipe multidisciplinar composta por conselheiros até a obra. “Enviaremos engenheiros das áreas civil, eletricista e sanitarista. Esses profissionais farão uma avaliação técnica dos projetos e procedimentos, o qual será entregue para prefeitura municipal”, disse. Durante o encontro estavam presentes o atual diretor presidente do Sistema de Abastecimento de Água Luiz Leite e o vereador do município Luciano Augusto Nunes, ex-diretor presidente do Sistema de Abastecimento de Água. Eles relataram que a nova Estação de Tratamento de Água de Chapada dos Guimarães foi inaugurada no final de janeiro deste ano, através de uma parceria entre os governos federal e estadual, e que a obra permitiria o aumento da capacidade de fornecimento de água de 50 litros por segundo atuais, para 100 litros por segundo. De acordo com os representantes da prefeitura, a expectativa era de que depois da inauguração dessa estação, os problemas com abastecimento estariam resolvidos pelos próximos 40 anos.
Equipe de Comunicação do Crea-MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário