Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Fale agora com a nossa equipe (61) 3035-8278

Fale agora com a nossa equipe (61) 3035-8278
Seguros com atendimento personalizado e vantagens que você só encontra aqui no SICOOB Credfaz

Conecte na ALMT

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411-3500

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

"Representantes de entidades se reúnem em debate ao combate à violência contra a mulher em Livramento"

Membros do Ministério Público Estadual (MPMT), da Polícia Militar (PM) e da Ong Lírios (Liga de Reestruturação das Irmãs Ofendidas no Seu Sentimento), se reuniram na manhã desta segunda-feira (26), com a secretária municipal de Assistência Social de Nossa Senhora do Livramento, Elizabeth Teodoro e com o prefeito local Silmar de Souza. O objetivo foi estudar a possibilidade da assinatura de termos de cooperação entre as prefeituras de Várzea Grande, Livramento com as entidades. O reflexo da cooperação será somar forças na luta pela garantia dos direitos e em defesa das mulheres das duas cidades. Também se fizeram parte do encontro, membros da secretaria municipal de Saúde e do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Livramento. A Promotora de Justiça em Várzea Grande, Regilaine M. B. Crepaldi foi quem fez a abertura da reunião e explicou sobre a apresentação da minuta que enumera desde a apresentação da Rede de Enfrentamento ao projeto e os eixos. Falou também da proposta patrulha Maria da Penha e a participação de Livramento no lançamento e assinatura do protocolo de intenções marcado para acontecer as 18h30 horas do dia 08 de março, na vizinha cidade de Várzea Grande, parceira na ação. “Nosso objetivo será potencializar não somente em Várzea Grande, mas também aqui em Livramento, um atendimento articulado e organizado, ou seja, uma rede de enfrentamento a violência doméstica contra a mulher”, destacou a promotora.
Segundo Annelyse C. Candido dos Santos (MP – Projus/VG), os boletins de ocorrência (BOs), confeccionados nos anos de 2016 e 2017 em Livramento dão conta que às ameaças e crimes contra a honra da mulher tiverem incidências significativas, ignorando o porte e a fama da pacata cidade papa-banana. Contudo, casos que mais chamaram atenção de violências contra a mulher em Livramento aconteceram nos bairros Centro, Morro da Boa Vista, Santa Luzia, Cohab Frei Salvador Rouquette, Cohab Nova e zona rural. “Em Livramento em 2016 foram registrados 57 Boletins de Ocorrência de natureza ameaça. Em 2017 já foram 59. Já os crimes contra a honra da mulher (injuria, calúnia, difamação), saíram de 44 em 2016, saltando para 50 em 2017. O pior que a faixa etária se dá de 35 a 64 anos. Aqui nem vamos citar os crimes de sequestro, cárcere privado, vias de fatos, estupro e até homicídios.”
“Sabemos que será uma ação pública integrada, com a participação de todos. Em Várzea Grande temos um aparato maior de membros, mas aqui em Livramento dispomos de quatro equipes de militares, com dois policiais por plantão, porém, se for necessário, daremos treinamento para que todos policiais desempenhem com maior eficácia mais essa função de apoio”, destacou Cel. Alessandro Ferreira da Silva – comandante do CR2 em Várzea Grande, comando pelo qual Livramento está inserido.
A secretária Elizabeth Teodoro acredita que a criação da Rede de Enfrentamento em Livramento será de extrema importância no combate à violência doméstica e familiar contra a mulher, onde todos poderão contar com uma gama de instituições, dentre elas a Promotoria Pública, a Defensoria Pública, a Polícia Militar, ONG’s Lírios, o CRAS e a secretaria municipal de Saúde. “Tenho plena certeza que estas instituições garantirão às mulheres de Várzea Grande e de Nossa Senhora do Livramento, atendimento e apoio nos casos de violência, assegurando a diminuição de agressões contra a mulher e até mesmo o feminicídio (perseguição e violência até a morte da pessoa do sexo feminino)”, frisou Elizabeth.
“Como o nosso município é de pequeno porte e não tem condições de criar uma estrutura física, com recursos humanos e logísticos para o atendimento a esta demanda, a REDE se torna imprescindível neste momento, pois soma forças de dois municípios para proteger as mulheres da violência doméstica e familiar”, completou a secretária.
Entusiasmado com a parceria que poderá resultar na diminuição da violência contra a mulher, o prefeito de Livramento ressaltou: “Devemos coibir a qualquer custo os desrespeito contra a mulher. O assunto é bom e faz parte da nossa política pública de bem educar os nossos alunos para que cresçam homens com uma cultura diferenciada de respeito e sem ultrapassar limites. Iremos assinar sim esse protocolo de intenções, que consequentemente, resultará positivamente na melhoria de vida da mulher várzea-grandense e livramentense”, concluiu Souza.
Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário