Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!
SUA EMPRESA COM MAIS VISIBILIDADE E VENDA

Conecte na ALMT

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411-3500

segunda-feira, 12 de março de 2018

"CAPACITAÇÃO: Maternidade prepara equipe para reanimação neonatal"

Enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem da Femina Hospital Infantil e Maternidade participaram do curso de “Reanimação neonatal”, certificado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Segundo a diretora técnica da Femina e uma das instrutoras do curso, Fernannda Pigatto, o objetivo principal da atualização profissional é garantir que a assistência seja feita da melhor maneira possível e evitar casos de anóxia neonatal (ausência de oxigênio adequado para as células cerebrais). “Sabemos que 1 a cada 10 bebês que nascem vão necessitar de ventilação, 1 a cada 100 de intubação e de 1a 2 bebês a cada grupo de 1000, de massagem e drogas”, cita a médica.
“O foco principal é aprender a ventilar o bebê e criar protocolos de atendimento. Então se a maior parte dos profissionais conseguir garantir que o bebê respire na hora que nascer o risco desse bebê evoluir para complicações é muito menor”, aponta.
A equipe da Femina já foi capacitada em “Reanimação neonatal”, mas está foi a primeira vez que a instituição organizou o evento. Além de Fernannda, foram instrutoras no curso as médicas Débora Dal Ponte e Bruna Pucca.
A capacitação ocorreu no sábado (10), no auditório da Femina, os colaboradores da maternidade foram divididos em três turmas de oito participantes cada. A aula contou com módulos teóricos e práticos, em que manequins simularam um bebê para as demonstrações das manobras pelos participantes.
“O curso envolve diversas fases do atendimento, desde o preparo da sala para uma situação de emergência, checagem de todo material e equipamentos, passando pela avaliação das condições de nascimento, para a tomada da melhor conduta até fases da reanimação como passos iniciais, maneira correta de ventilar, massagem cardíaca, e de auxílio ao médico na hora da administração de drogas, na parada cardíaca entre outros casos”, definiu a diretora da Femina.
ZF PRESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário