Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

"Prefeitura de Cuiabá - Trabalhando e cuidando da gente"

Todos juntos contra a dengue

terça-feira, 13 de março de 2018

"Operação Bereré: Deputado é suspeito de usar conta de ex-assessor para receber R$ 100 mil"

Operação Bereré: Deputado   é suspeito de usar conta de ex-assessor para receber R$ 100 milO deputado estadual José Domingos Fraga (PSD) é suspeito de receber R$ 100 mil do empresário Claudemir Pereira “Grilo”, um dos sócios da Santos Treinamento, empresa que estaria por trás do esquema de lavagem de dinheiro e desvios de recursos no Detran investigados na “Operação Bereré”. O dinheiro teria sido destinado primeiramente a um ex-assessor de Fraga, Jorge Batista da Graça, que depois pagou contas pessoais do parlamentar. As informações são de um depoimento de Jorge Batista ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). O ex-assessor, que hoje é agricultor, disse que foi convidado para trabalhar junto ao deputado estadual após colaborar na campanha de Fraga em 2014.
Ele afirma que acabou se transformando num “homem de confiança” do parlamentar. “Tempos depois virei homem de confiança do deputado José Domingos, acompanhando o deputado em suas viagens no interior do Estado e responsável pela administração de todos os gastos e despesas do deputado”, diz trecho de seu depoimento.
Os R$ 100 mil teriam sido pagos por meio de um cheque, emitido pelo próprio Claudemir Pereira, e uma transferência bancária, ambos de R$ 50 mil. Os valores foram depositados na conta bancária de Jorge Batista da Graça.
Segundo o depoimento, o valor transferido para a conta bancária do ex-assessor seria utilizado para o pagamento de boletos de José Domingos Fraga. “Esse dinheiro foi utilizado para o pagamento de contas e boletos do deputado José Domingos, que nunca comentou o motivo desses valores serem creditados em sua conta bancária”, disse o ex-assessor.
Do Folha Max

Nenhum comentário:

Postar um comentário