Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

segunda-feira, 16 de abril de 2018

"Sem-teto invadem triplex que levou à prisão de Lula"

Apartamento atribuído a Lula no GuarujáApartamento no Guarujá está no centro das acusações que levaram à detenção do ex-presidente da República. "Se é do Lula, é nosso. Se não, por que o prenderam?", argumentam invasores.O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocupou na manhã desta segunda-feira (16/04) o triplex no Guarujá (SP) pelo qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado à prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.Cerca de 30 dos militantes do MTST pularam as grades do Condomínio Solaris e invadiram o apartamento, que, segundo a Justiça, pertence ao ex-presidente. "Se é do Lula, é nosso. Se não é, por que o prenderam?", afirma faixa colocada na sacada do apartamento.
O líder do MTST e pré-candidato à Presidência pelo PSol, Guilherme Boulos, argumentou que, se o apartamento de fato pertence ao ex-presidente, os ocupantes têm o direito de permanecer. "Quem vai pedir a reintegração de posse?", questionou. Imagens da ocupação foram divulgadas nas redes sociais por Boulos e outros ativistas.
Após negociações com a Polícia Militar, os manifestantes desocuparam o apartamento, onde permaneceram por cerca de quatro horas.
De acordo com as investigações, o imóvel e a reforma, estimados em R$ 2,4 milhões, foram feitos pela empreiteira OAS em troca de favorecimentos para a empresa em contratos com a Petrobras.
O triplex no Guarujá foi bloqueado pela Justiça de São Paulo e deve ser leiloado nos dias 15 e 22 de maio. Lula está preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril.
AS/efe/abr/ap/cp

Nenhum comentário:

Postar um comentário