Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

"Prefeitura de Cuiabá - Trabalhando e cuidando da gente"

Todos juntos contra a dengue

quinta-feira, 24 de maio de 2018

‘A Festa do São Divino Espirito Santo foi a Melhor Experiência da Minha Vida’, Declara Imperatriz Após Receber Homenagem na Casa de Leis.

“A Festa do São Divino Espirito Santo foi a melhor experiência da minha vida” foi essa declaração que a Imperatriz do evento religioso, Gabriela Oliveira fez na Câmara Municipal de Cuiabá nesta quarta-feira, 23, após o vereador Lilo Pinheiro (PRP) prestar homenagem aos festeiros da Festa do Senhor Divina de Cuiabá, com o Título Honorífico de Ordem do Mérito Legislativo Senhor Divino. Segundo o parlamentar essa ação é para prestigiar e perpetuar a tradição religiosa. “Fazer esse reconhecimento é prestar uma justa homenagem aos cuiabanos católicos, e ao mesmo tempo manter uma tradição centenária a um povo hospitaleiro, caloroso e que trata o próximo com muita alegria e satisfação. Essa honraria é para aqueles que contribuem diariamente para manter viva essa tradição na Capital”, disse Lilo.
A Tradição foi trazida no Brasil pelos portugueses por volta do século XVII adultos ou crianças eram escolhidas para ser o Imperador ou Imperatriz do Divino (Imperador ou Imperatriz é a pessoa escolhida para organizar, estruturar e divulgar a festa). Eles são abençoados com o poder do Espirito Santo e após esse ato distribuem alimentos, soltava os presos políticos e levava fartura e perdão ao mundo. A sua popularidade ocorreu em 1822 por José Bonifácio, ao escolher D. Pedro I, deu preferência a “Imperador do Brasil” ao invés de “Rei”, inspirado na forte popularidade do Imperador do Divino.
Em Cuiabá o costume possui apenas, 170 anos, e faz parte do calendário litúrgico. Naquela época o evento era dividido em duas regiões da Capital, no Bairro do Porto e na Catedral, a sua unificação ocorreu em 1930. A festa é realizada todos os anos durante o mês de maio. Neste ano começou no dia 06 e terminou no dia, 20.
A imperatriz Gabriela Oliveira conta como foi ocupar esse cargo. “A festa do São Divino Espirito Santo foi a melhor experiência da minha vida. Cada casa, sentimento e sorriso, valeram a pena nessas duas semanas de peregrinação, que fizemos com as bandeiras pelas ruas de Cuiabá. Cada pessoa tem uma história de vida assim como os motivos de levarmos as bandeiras até elas, pois acredito que nada é por acaso. Vivi intensamente cada dia na novena. O nosso objetivo foi levar as bênçãos as pessoas que estavam necessitando”, declara Oliveira.
É um costume a festa ser precedida por uma novena (reza que se repete por nove dias) feita pelos fieis. Ela termina com a Folia do Divino, quando pequenos grupos de devotos vão às casas das pessoas pedindo donativos para a realização da festa.
O Divino Espírito Santo não é santo nem padroeiro, mas, uma divindade para agradecer e receber bênçãos. Ele é representado por uma pomba branca e por bandeiras coloridas que anuncia um novo tempo por meio da propagação de sete dons: fortaleza, sabedoria, ciência, conselho, entendimento, piedade e o temor de Deus. A Festa do Divino é uma comemoração popular de rua, tipicamente folclórica. Ela é baseada principalmente nas relações de parentesco e vizinhança, que se organizam em mutirões para arrecadar fundos para a própria comunidade.
Sobre a preservação desse costume religioso Lilo fala das suas ações futuras. “A minha próxima homenagem será com os devotos e festeiros do Santo Benedito. Estamos juntos somando esforços para manter a tradição do povo cuiabano, para que fique cada vez mais viva na memória, e no coração das pessoas”, finaliza o parlamentar.
Aline Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário