A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.

A MAIOR FEIRA DE MATO GROSSO PARA SUPERMERCADOS, PADARIAS E HOTÉIS.
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 2.368 - Sala 104 Bosque da Saúde - Cuiabá-MT - 78050-000 comercial@expovarejo.com.br | Fone: (65) 3057-5200

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

terça-feira, 15 de maio de 2018

"POLÍTICA: “O Regimento Interno está sendo rasgado ao meio no plenário da Câmara”, declara Gilberto Figueiredo "

A votação da matéria que muda as regras da reeleição presidencial da Câmara Municipal de Cuiabá aconteceu nesta terça-feira (15) e foi aprovada — por um único voto de diferença — em sessão ordinária. O vereador Gilberto Figueiredo (PSB) votou contra o projeto que altera o Regimento Interno da Casa e criticou a postura do presidente, Justino Malheiros (PV). Gilberto alegou que, conforme previsto pelas normas internas da Câmara, o resultado deveria levar em consideração ao menos dois terços dos votos parlamentares. No entanto, a presidência decidiu, com base na Lei Orgânica do Município, que a votação contemplaria a maioria simples.
“Sugiro que, antes de colocar a questão em pauta, o presidente reveja aquilo que está estipulado nas normas internas. Não coloque o dia 15 de maio nos anais desta Casa como um dia triste, em que o Regimento Interno da Câmara Municipal de Cuiabá é rasgado em meio ao plenário”, declarou o vereador de oposição.
Antes da votação, Gilberto Figueiredo ainda requereu um pedido de vista sobre a matéria em questão, justificado pela inobservância das normas internas, no aspecto de desconsiderar a proporcionalidade da votação prevista pelo Regimento da Câmara. Na ocasião, Gilberto Figueiredo e Dilemário Alencar (PROS) tiveram os pedidos de vista indeferidos.
“Sou a favor do cumprimento do regimento e quero anunciar que vou entrar com um mandado de segurança para ter preservado o meu direito. O presidente não tem autonomia de indeferir um pedido de vista que atende aos requisitos elencados pelo regimento interno”, declarou Gilberto.
A matéria foi objeto de muita discussão, sobretudo diante do fato de que o voto minerva – ou voto de desempate – foi aquele manifestado pelo próprio presidente.
Essa não foi a primeira vez que Justino Malheiros indeferiu um pedido de vista de Gilberto Figueiredo. Na ocasião da sessão ordinária do dia 10 de maio, o presidente também se negou a conceder o direito ao parlamentar.
ZF PRESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário