Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

MRV ENGENHARIA

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

terça-feira, 10 de julho de 2018

"Crivella é alvo de 3 processos de impeachment"

Representação protocolada no MP-RJ: O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), é alvo de 3 pedidos de impeachment na Câmara Municipal. As ações são de autoria do diretório municipal do Psol-RJ e do deputado estadual Marcelo Freixo (Psol-RJ), do vereador Átila Nunes (Psol-RJ) e da Sisep-Rio (Servidores Públicos do Município do Rio de Janeiro). A Câmara só deve analisá-los na volta do recesso parlamentar. Também nesta 2ª, políticos do Psol protocolaram representação contra Crivella no MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro). Leia a íntegra. Assinam o documento o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol-RJ) e os vereadores do Psol, Tarcisio Motta, pré-candidato ao governo, João Batista Babá, Renato Cinco, Renato Silva, Paulo Pinheiro e Leonel Brizola Neto.
A representação pede a apuração de crime de responsabilidade e improbidade administrativa durante evento do qual participou o prefeito do Rio e líderes evangélicos no Palácio da Cidade, sede da administração municipal.
No documento, Crivella é acusado de propaganda eleitoral antecipada. “Ao realizar evento supostamente secreto em imóvel da Prefeitura, beneficiando os pré-candidatos Rubens Teixeira e Raphael Leandro”, cita o representação.
Fernando MacDowell foi eleito vice na chapa de Crivella e morreu em maio deste ano. Por isso, no caso do afastamento de Crivella, o presidente da Câmara, Jorge Felippe (MDB) assumiria temporariamente a Prefeitura e convocaria novas eleições.
LAURIBERTO BRASIL

Nenhum comentário:

Postar um comentário