O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

Multirão Fiscal de Várzea Grande

Multirão Fiscal de Várzea Grande
PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE - AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, 0800 647 41 42 - (65) 3688-8000

CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

CÂMARA MUNICIPAL  DE CUIABÁ
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - Fone: (65) 3617-1500

GOVERNO DE MATO GROSSO

GOVERNO DE MATO GROSSO
O Nota MT é um programa de incentivo ao exercício da Cidadania

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

"DEBATE VILA REAL: Wellington garante governo popular Candidato ao governo pelo PR, Wellington já participou de todos os debates até o momento e foca em propostas"

Candidatos trocam acusações, citam corrupção e lembram Silval Barbosa em debate;  veja como foi O candidato ao governo de Mato Grosso, Wellington Fagundes (PR), reafirmou, hoje (28), durante o segundo debate promovido pela TV Vila Real, em Cuiabá, o compromisso com a formação de um governo popular. Presente em todos os debates realizados até o momento, o republicano aproveitou o espaço para apresentar propostas e debater soluções para os maiores problemas do Estado. “Quero usar minha experiência política para promover o desenvolvimento harmônico de Mato Grosso. Governar com diálogo, com justiça e, acima de tudo, com respeito ao servidor público, à população e àqueles que querem empreender e gerar emprego e renda”, destacou Wellington.
A menos de dez dias das eleições, o candidato destacou a importância em manter uma campanha limpa, longe de acusações e embates. “O voto é um ato de confiança. O eleitor precisa ser retribuído com muito trabalho e quer saber de propostas. Fiz isso a minha vida inteira e em todas as eleições que disputei. Por isso fui, por duas vezes, o deputado federal mais votado no Estado”, frisou Wellington, que atualmente exerce o mandato de senador e garantiu estar preparado para se tornar governador de Mato Grosso. “Vou honrar cada voto a partir do dia 7 de outubro”.
Entre os temas apresentados no debate, o candidato falou de políticas públicas para idosos e crianças; discorreu sobre sua atuação em prol da melhoria da malha viária federal e estadual e mais uma vez ratificou seu compromisso de fazer uma gestão conjunta com o servidor público. “Os servidores são parte da solução. Quero os servidores ao meu lado, me ajudando a superar as dificuldades. Pagar salário em dia é obrigação, vamos além disso, investindo em capacitação e na valorização do funcionalismo”.
Wellington também ressaltou sua disposição em continuar trabalhando em parceria com todos, inclusive com os adversários políticos destas eleições. “Trabalhei com todos os governadores, desde Jayme, passando por Dante, Blairo, Silval e Taques. Com os prefeitos, a mesma coisa, e aqui na Capital não foi diferente. Atuo sem olhar sigla partidária, pois faço a boa política com diálogo e vontade. Por exemplo, ajudei a alocar recursos para o novo Pronto-Socorro e sua conclusão, porque é isso que a população espera do político, trabalho e resultado. E, se eleito governador de Mato Grosso, não será diferente”.
Com relação à gestão financeira do Estado, Wellington disse que Mato Grosso não é um Estado quebrado, pelo contrário, é rico de oportunidades. Cabe ao governante potencializar essa vocação e distribuir as riquezas de forma justa a todos. “Vamos ampliar a participação de projetos dentro da Sudeco – Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste. Atrair novos investimentos e mais empresas para o Estado. Não vamos extinguir incentivos fiscais, mas quero garantir que as empresas beneficiadas pela lei entreguem, de fato, as contrapartidas sociais que devem ser feitas”, afirmou.
E ressaltou que seu projeto de governo é diferente. “Vamos combater a sonegação fiscal e buscar novas fontes de receita, como a já citada Sudeco e junto à União. Eu tenho experiência e sei como fazer isso. Existem fundos setoriais de financiamento para áreas como segurança, turismo, saúde, educação. Vamos atrás deles”.
O zelo com o dinheiro público, a redução das desigualdades, o atendimento de áreas essenciais e a geração de empregos passam pela retomada das obras inacabadas. Wellington reforçou mais uma vez seu compromisso em retomar os projetos paralisados. “Não vou começar nenhuma obra da mesma natureza se houver uma outra paralisada. Vamos fazer uma gestão eficiente e responsável”, ressaltou o republicano.
Em relação aos embates e acusações realizadas pelos adversários, Wellington atestou que em 27 anos de vida pública não acumula pendências judiciais. Ao final do debate, ainda na sede da emissora, o candidato republicano fez a entrega oficial de cópias de certidão negativa emitida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que comprovam que ele não é réu em nenhum processo.
O candidato republicano lidera a maior frente de oposição ao atual governo de Mato Grosso, composta por dez partidos (PR, PMN, PROS, PC DO B, PODEMOS, PP, PT, PV, PRB e PTB). ‘A Força da União’ tem Sirlei Theis como candidata à vice-governadora e Adilton Sachetti e Maria Lúcia Cavalli candidatos ao Senado Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos