Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

MRV ENGENHARIA

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

ABAV EXPO 2018 Conecta

ABAV EXPO 2018 Conecta
Av. Olavo Fontoura, 1209 - Portão 1 - Santana, São Paulo - SP E-mail: visit@abavexpo.com.br

sábado, 15 de setembro de 2018

"PROPAGANDA TELEVISIVA: Programa eleitoral de Taques destaca capacidade de gestão mesmo com crise econômica"

O programa eleitoral do governador e candidato à reeleição Pedro Taques (PSDB), exibido nesta sexta-feira (14.09), destacou a capacidade de gestão do tucano ao administrar o Estado em meio à maior crise econômica já enfrentada pelo país. Na TV, Taques lembrou que estados como Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e o Distrito Federal apresentaram tantas dificuldades para administrar os cofres públicos que chegaram a atrasar o pagamento dos salários dos servidores públicos quatro meses. No Rio de Janeiro, o Governo decretou estado de calamidade pública.
Em Mato Grosso, conforme mostrou o programa do governador, a situação foi diferente em razão das medidas adotadas pela administração de Pedro Taques à frente do Executivo estadual.
“Sabemos que ainda não está bom, mas, apesar de tudo, Mato Grosso luta bravamente para manter o salário do servidor. E, se não fossem as medidas duras e sérias da gestão Pedro Taques, hoje as coisas estariam muito piores: nosso estado estaria igual a grande parte do Brasil, com quatro meses de salários atrasados”, diz um trecho do programa.
A servidora Marilda Costa destacou a “herança” assumida por Taques após gestões anteriores terem deixado um rombo nas contas públicas. “Porque do jeito que ele pegou nosso estado, então, quer dizer, espera lá, gente. Vamos parar, vamos analisar. Ele está fazendo. Ele fez cem por cento? Não. Mas a tendência é melhorar e com certeza nós temos que dar mais uma oportunidade para ele”, defendeu.
Apesar da crise, outro destaque do programa eleitoral foram os investimentos de R$ 50 milhões para a construção do novo Pronto Socorro de Cuiabá e do novo Centro de Reabilitação Dom Aquino Correa (Cridac), revitalização do Complexo da Salgadeira e a recuperação de R$ 1 bilhão da corrupção.
De acordo com a revista Exame, Mato Grosso é um dos oito estados brasileiros que começam a se recuperar da crise econômica. “O Estado foi levantado por isso que tem que haver continuidade. A dança das cadeiras atrapalha a gestão porque o outro que chega, desmorona todo um trabalho que está sendo construído”, avaliou a servidora pública Silvana Salomão.
Segue abaixo o link do programa:
https://youtu.be/-HaZFPfpd68

Nenhum comentário:

Postar um comentário