Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!
SUA EMPRESA COM MAIS VISIBILIDADE E VENDA

Certificado de Responsabilidade Social

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

"WELLINGTON FAGUNDES COMEMORA CRÉDITO DE R$ 4,7 BILHÕES PARA SANTAS CASAS"

A comissão mista que analisa a Medida Provisória 848/2018 aprovou, nesta terça-feira (11), a obrigatoriedade de transferir R$ 4,7 bilhões em recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) às Santas Casas de todo o país, a título de crédito anual. O senador Wellington Fagundes comemorou a importante deliberação da Câmara e Senado e destacou o trabalho feito por toda bancada, há pelo menos 2 anos, para que as instituições filantrópicas que participem do SUS possam se reerguer em Mato Grosso. Segundo o republicano, os recursos destinados ao crédito equivalem a 5% do FGTS, e a linha tem juros mais baixos do que os praticados no mercado, estando hoje entre 8% e 9% ao ano, na Caixa Econômica.
“Mesmo com a ingerência, por parte do Governo do Estado, no setor da Saúde, temos conquistado vitórias expressivas. Nossas emendas, nossos trabalhos nas comissões e principalmente a boa articulação da bancada tem dado um verdadeiro respiro a essas instituições tão importantes para nosso Estado”, completou o senador.
Segundo determina uma emenda ao relatório do senador Lasier Martins, somente terão acesso ao financiamento os hospitais que ofertarem o percentual mínimo de 60% de seus serviços ao SUS, e os recursos não utilizados pelos hospitais serão devolvidos para investimentos em habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana.
Além disso, o texto prevê que as entidades oferecerão como garantia a consignação de recebíveis — repasse direto dos créditos do FGTS que venham a receber de outros agentes, notadamente os valores do SUS devidos a esses hospitais pela prestação de serviços.
Da Assessoria.
FOTO: Pedro França / Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário