Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!
SUA EMPRESA COM MAIS VISIBILIDADE E VENDA

Certificado de Responsabilidade Social

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, nº 158 - Centro - CEP: 78005-906

ABERT - Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

ABERT -  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão
SAF/SUL Qd 02 Bl D Sl 101 Ed.Via Esplanada (Atrás do Anexo do Ministério da Saúde) | Brasília - DF

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

"Azul e Turkish compartilharão programas de fidelidade"

Ahmet Olmustur, diretor de Marketing da Turkish, e Alexandre Malfitani, CFO da Azul, assinam acordo de compartilhamento de programas de fidelidadeA estratégia da Azul Linhas Aéreas de apostar em parcerias internacionais para se tornar global ganhou, nesta quarta-feira (24), mais um acordo para a conta, dessa vez com a Turkish Airlines. Foi firmada, em reunião na sede da aérea em Alphaville, uma parceria entre os programas de fidelidade das duas empresas: Tudo Azul, da brasileira, e Miles & Smiles, da turca. É a quarta aérea que fecha uma aliança do tipo com a Azul, que já compartilha os benefícios do programa de fidelidade com equivalentes da United, Tap e Copa Airlines.
E o acordo acontece em um momento de ascensão do programa Tudo Azul, que cresceu em número de membros - quase dez milhões já estão cadastrados, revelou o diretor do programa, Daniel Bicudo, ao Portal PANROTAS. Trata-se de um crescimento de mais de 20% em dez meses, já que em dezembro de 2017 esse número era de 8,2 milhões.
"Se você considerar que a Turkish, mesmo com voos para mais de 100 países em 390 aeronaves, conta com um número igual de membros [também dez milhões] no Miles & Smiles, dá para ver a dimensão que o programa da Azul alcançou", ressalta Bicudo.Mais que apenas compartilhar benefícios, a expectativa da Turkish é que o acordo ajude a incrementar o número de passageiros em seus voos para São Paulo, que desde junho de 2017 passaram a ser diários.
"Esperamos aumentar o número de viajantes entre a Turquia e o Brasil, oferecendo benefícios para viajantes de ambos os mercados", comentou o diretor de Marketing da Turkish Airlines, Ahmet Olmustur.
Ahmet Olmustur, da Turkish, e Alexandre Malfitani, da Azul, se reúnem com Abhi Shah, VP de Receitas da Azul e demais executivos das aéreas para celebrar acordo"É só eles entenderem a facilidade que terão ao viajar com a gente para o Brasil, agora que poderão usar os benefícios da Azul, que esse crescimento deve acontecer", continuou. Ele desta ainda que o objetivo da aérea é promover um crescimento do Miles & Smiles, começando com a parceria com a Azul, para chegar ao potencial muito maior que dez milhões de membros que o programa tem atualmente.E para a Azul esse acréscimo de turistas internacionais, caso concretizado, chega como a cereja do bolo, já que boa parte deles deve, uma vez que chegam ao Brasil pela Turkish, usar voos da aérea brasileira saindo de São Paulo para alcançar os demais destinos nacionais.
Vale ainda ressaltar que trata-se de um novo passo na parceria Azul-Turkish, que já contam com acordo de codeshare em seus voos desde dezembro do ano passado.
PONTOS E BENEFÍCIOS COMPARTILHADOS
Em um primeiro momento acontecerá a equivalência dos pontos do Tudo Azul e do Miles & Smiles. Os membros do programa brasileiro poderão, assim, usar sua pontuação para adquirir voos da Turkish — o mesmo deve acontecer no sentido oposto, de aquisição de bilhetes Azul com pontos da aérea turca.
Apenas posteriormente uma ampliação da parceria deve acontecer, se assimilando ao que acontece no acordo Azul-United: os membros das categorias mais elevadas de ambos os programas poderão usar os benefícios da parceira, como check-in e embarque prioritário, atendimento preferencial no call centre, uso de lounges vip em aeroportos, acréscimo de bagagens...
"É o simples reconhecimento mútuo dos clientes das categorias mais elevadas dos programas", resume Daniel Bicudo.O acordo foi decretado hoje, mas na prática só deve ter início em janeiro de 2019. Uma adaptação dos sistemas operacionais da Azul e da Turkish ainda é necessária para isso, e a previsão de Bicudo é que em dois meses isso seja resolvido.
FOCO CORPORATIVO
Em reunião que contou, além de Daniel Bicudo e Ahmet Olmustur, com os VPs de Finanças e de Receitas da Azul, Alex Malfitani e Abhi Shah, respectivamente, o maior foco foi o lado corporativo.
Ser responsável por 65% da receita da Azul fez do viajante de negócios um dos principais motivadores da Turkish para o novo acordo: eles são geralmente os que mais buscam voar com programas de fidelidade, e podem recorrer à aérea turca para quando forem ao Exterior.
Leonardo Ramos/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário