Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Fale agora com a nossa equipe (61) 3035-8278

Fale agora com a nossa equipe (61) 3035-8278
Seguros com atendimento personalizado e vantagens que você só encontra aqui no SICOOB Credfaz

Conecte na ALMT

AJUDE ESTA CAUSA

AJUDE ESTA CAUSA
SANTA CASA DE CUIABÁ | (65) 3051-1946

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411-3500

terça-feira, 9 de outubro de 2018

"O PODER EMANA DO POVO"

image1.jpegAs eleições de 2018 já deu uma grande demonstração do que o povo em geral deseja de nossos representantes. Só pra se ter uma Idéia a renovação para a Câmara Federal será de 90% em suma um único deputado dentre 8 possíveis conseguiu a façanha de ser reeleito. Um claro sinal que algo mudou no comportamento do eleitor. Por outro lado na assembleia Legislativa dos 24 deputados apenas 10 conseguiram se reelegerem enquanto teremos 14 novos deputados estaduais numa renovação de quase 60%. Em outra análise veremos que ainda há muito a ser feito principalmente pelos órgãos fiscalizadores. Tivemos flagrantes de compra de votos, denúncias de caixa 2 entre outros crimes eleitorais e há quem aposte que a compra de votos foi descarado nestas eleições aliado ao direcionamento do fundo partidário que nada mais é que DINHEIRO PÚBLICO que privilegiaram apenas quem os partidos quisessem e nem a cota obrigatória de 30% destinado às mulheres alguns partidos respeitaram cabendo às autoridades constituídas apurarem dentro dos sistema divulgaCandContas as prestações de contas disponibilizadas.
Mas o resultado das urnas foi surpreendente onde tivemos surpresas como para a câmara federal onde campanhas milionárias que ultrapassaram de 1 milhão de reais até mais de 2 milhões de reais no caso do Ezequiel fonseca não foram suficientes para apagar as lembranças da cabeça dos eleitores acerca do vídeo em que vários parlamentares foram flagrados “supostamente” recebendo propina do ex-chefe de gabinete Silvio Correa do ex-governador silval Barbosa onde alguns sequer tentaram a reeleição e outros não foram aprovados nas urnas e isso se repetiu também na disputa da assembleia legislativa.
Com isso na câmara federal despontou o candidato Nelson barbudo ultrapassando a marca de 100.000 votos atrelado ao presidenciável Jair Bolsonaro e da ex-superintende do PROCON-MT Gisela Simona que alcançou 50.000 e ambos em campanhas muito mais simples e modestas se comparadas aos outros eleitos. E isso também novamente se repetiu na disputa da assembleia legislativa.
Porém há uma discrepância que deve ser debatida não somente no campo jurídico mas levado ao conhecimento da sociedade civil onde o emblemático deputado Gilmar Fabris que teve seus votos congelados por ter sido barrado na LEI DA FICHA LIMPA condenado por 4 votos a 3 porém recorreu ao TSE e se conseguir êxito voltar a assembleia legislativa onde a coligação conseguiu 09 vagas tirando dessa forma a vaga conquistada do Professor Allan Kardec que obteve mais de 18.000 votos. Chama a atenção a quantidade de recursos cabíveis pra uma decisão já tomada com base a Lei da Ficha Limpa. Oras a Lei é clara e deve ser respeitada, respeitamos a democracia assim como todos sem distinção inclusive os parlamentares devem respeitar também as Leis e assim os homens e mulheres que se predispuseram disputar um cargo eletivo terem conhecimento das regras sobre o que pode e o que não pode.
As urnas deram seu recado, o TRE-MT e o TSE devem fazer a sua parte e aprimorar as regras fazendo valer as Leis para que nas próximas eleições sejam cada vez mais transparentes.
Max Campos é Servidor Publico Estadual e Articulista Político.

Nenhum comentário:

Postar um comentário