O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

ANUNCIE CONOSCO

Riseup! Pocket

Riseup! Pocket
Uma experiência que você nunca viveu, em busca dos resultados que você nunca obteve.

GOVERNO DE MATO GROSSO

GOVERNO DE MATO GROSSO
O Nota MT é um programa de incentivo ao exercício da Cidadania

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

"SANTA CASA DE PORTAS ABERTAS: Misael abraça causa e garante interferência com Executivo"

O presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Misael Galvão (PSB) recebeu na manhã desta segunda-feira (04) a nova diretoria da Santa Casa de Misericórdia. O encontro foi marcado pelo vereador Toninho de Souza (PSD), a fim de buscar uma solução para resolver o imbróglio vivenciado pela unidade de saúde, que não está realizando atendimentos por conta do acumulo de dívidas. O socialista irá intermediar uma reunião com o Executivo Municipal, a fim de buscar o apoio da Prefeitura a esta causa. “Vamos marcar uma reunião com o prefeito Emanuel Pinheiro para que possamos, numa mesa redonda, encontrar soluções, pois precisamos da Santa Casa atendendo a população cuiabana e mato-grossense. O papel da Câmara é esse, promover o diálogo para encontrar saídas e resolver o problema”, enfatizou o presidente.
Posteriormente, os vereadores irão buscar o apoio do Governo do Estado. “Instituímos a criação desse movimento Santa Casa de Portas abertas e vamos buscar a garantia de recursos, todos os meses, da Prefeitura com serviços sendo prestados e pagos em dia, para que a direção possa negociar com os seus servidores e reabrir as portas. Num outro momento, vamos ao Governo do Estado para trazer a prestação de serviço e o pagamento do Governo, e ainda vamos buscas a sociedade organizada como o Rotary, a Maçonaria, e todos aqueles que puderem ajudar a Santa Casa, para que nós possamos, não apenas reabrir as portas, mas manter de portas abertas”, completou Toninho.
A Santa Casa sofre com a falta de recursos para honrar com os seus compromissos. Por conta disso, acumulou, nos últimos anos, dívidas com fornecedores o que levou a unidade de saúde a fechar as portas. Além disso, os funcionários estão há cinco meses sem receber salário.
No último acordo firmado entre a direção da Santa Casa e o Ministério Público do Trabalho, ficou acertado o pagamento de uma dívida em torno de R$ 7 milhões com funcionários e prestadores de serviços. A gestão de Antônio Preza descumpriu e cabe agora ao médico Carlos Coutinho buscar uma solução para o impasse.
Diante disso, a intenção é buscar um novo acordo com o TRT, para que os recursos que forem destinados não sejam bloqueados.
“Temos um escritório de advocacia que faz gestão publica e privada, e a gente se solidarizou e ofereceu o trabalho ao Drº Carlos Coutinho, atual presidente da Santa Casa. Estamos trabalhando há uma semana e pudemos constatar que há um descompasso de gestão. Várias ações trabalhistas, cíveis, problemas na área de compra, no RH, enfim, um conjunto de problemas de gestão, e nós estamos trabalhando para que ocorra um TAC com o Ministério do Trabalho e com o próprio Executivo Municipal seria plausível, mas ainda precisamos levantar alguns valores”, finalizou o controlador-geral do município Marcos Brito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos