Águas Cuiabá - Iguá Saneamento

Águas Cuiabá - Iguá Saneamento
Av. Gonçalo Antunes de Barros, 3196 - Carumbé - CEP 78050-667 - Cuiabá-MT • Telefones: 0800 646 6115

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT

Trabalhando e Cuidando da Gente

Tribunal de Contas de Mato Grosso

Tribunal de Contas de Mato Grosso
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo

sexta-feira, 29 de março de 2019

"Deputado Paulo Araújo quer proibir empréstimos por telefone a idosos e pensionistas"

Para o autor da proposta, este tipo de contratação desrespeita os princípios norteadores do Código de Defesa do Consumidor, bem como o Estatuto do Idoso. Começou a tramitar na Assembleia Legislativa de Mato Grosso projeto de lei (PL) que proíbe as instituições financeiras em todo o estado de Mato Grosso, de ofertar e celebrar contrato de empréstimo financeiro com aposentados e pensionistas por meio de ligação telefônica. Em caso de descumprimento a instituição financeira pagará multa de 5.000 Unidade Padrão Fiscal do Estado de Mato Grosso (UPF/MT).
Se houver reincidência serão acrescidas 100% do valor da multa inicial a empresa. Para o autor da proposta, deputado estadual Paulo Araújo (PP), este tipo de contratação desrespeita os princípios norteadores do Código de Defesa do Consumidor, bem como o Estatuto do Idoso.
“Muitas vezes os idosos e/ou pensionistas contratam por telefone sem a plena capacidade de conhecimento do que se está contratando e a consequência é a agonia de estar vinculado a prejuízos financeiros, que geram muito estresse e em alguns casos comprometendo a sua saúde”, externou Araújo.
O parlamentar salienta ainda que é comum o aposentado receber várias ligações por dia de instituições financeiras oferecendo empréstimos. Mesmo que esse tipo de contratação por telefone desrespeite o Código de Direito do Consumidor e o Estatuto do Idoso, o assédio persiste e incomoda.
“O projeto prevê penalidades, como advertência e multas, caso ocorra desrespeito à norma. É nosso dever aprimorar e fazer valer o direito do consumidor e proteger os aposentados e pensionistas mato-grossenses”, acrescentou Paulo Araújo.
A matéria segue para a apreciação da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).
NAJYLLA NUNES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos