O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

MAIO AMARELO

Trabalhando e Cuidando da Gente

Iguá Saneamento

Iguá Saneamento
Rua Gomes de Carvalho, 1306 - 15º andar - São Paulo - SP

sexta-feira, 8 de março de 2019

"Duas mulheres já ocuparam a presidência durante as 19 legislaturas"

A Câmara Municipal de Cuiabá está em sua 19ª Legislatura e neste período nove mulheres foram eleitas vereadores pela Capital. Destas, duas conseguiram assumir o comando do Parlamento Municipal. A primeira eleição de uma mulher ao Legislativo Cuiabano ocorreu 19 anos após a conquista do voto feminino, com a eleição de Etevina Abalém em 1951 que, inclusive, chegou a ocupar o cargo de primeira-secretária da Câmara. A segunda a assumir uma vaga no Parlamento Municipal foi Nazareth Hans, que ficou na Câmara de Cuiabá por seis mandatos consecutivos. Ela tomou posse pela primeira vez em janeiro de 1955, no início da segunda legislatura. Hans entrou para a história do Legislativo por ter sido a mulher que mais teve mandato em Cuiabá.
Já em 1965, durante a terceira legislatura, a Câmara de Cuiabá teve a sua primeira presidente mulher, a então vereadora Ana Maria do Couto, que assumiu em 1963 e ficou na Casa por quatro anos.
Após a sua saída, a mulher só foi voltar a ter uma represente no Parlamento Municipal 30 anos depois, quando Beatriz Spinelli foi eleita. Ela assumiu em 1993 e ficou até 1996, quando se findou a 13ª legislatura.
Já na 14ª legislatura duas vereadoras deram voz às mulheres no Parlamento Municipal. Trata-se de Lueci Ramos e Chica Nunes que ficaram na Casa por quatro e três mandatos, respectivamente. Chica, inclusive, conseguiu se eleger presidente da Câmara em 2006, vindo a ser a segunda mulher a comandar o Legislativo.
No ano de 2001, na 15ª legislatura, a Casa contou com quatro representantes femininas. Além de Chica e Lueci, também faziam parte do quadro de parlamentares da Câmara de Cuiabá Verinha Araújo e Enelinda Scala.
Atualmente, o Legislativo Cuiabano não conta com representante feminina em seus quadros. Isso demonstra que, apesar de as mulheres serem mais de 51% da população brasileira, os homens ainda possuem maior representatividade no mercado de trabalho e também na política.
Kamila Arruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos