O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

ANUNCIE CONOSCO

Riseup! Pocket

Riseup! Pocket
Uma experiência que você nunca viveu, em busca dos resultados que você nunca obteve.

GOVERNO DE MATO GROSSO

GOVERNO DE MATO GROSSO
O Nota MT é um programa de incentivo ao exercício da Cidadania

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

"Senado e AL vão debater a retomada de obras de hospital paralisadas há 6 anos"

Líder do Bloco Parlamentar Vanguarda, Wellington Fagundes voltou a pedir agilidade na implantação da Universidade Federal de Rondonópolis. A Comissão de Educação do Senado aprovou, nesta terça-feira, 6, a realização de diligência seguida de audiência pública, em Cuiabá, em conjunto com a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, onde serão debatidas medidas para retomada das obras do Hospital Universitário “Júlio Muller”, localizado às margens da Rodovia Palmiro Paes de Barros.
A obra está há quase seis anos paralisada, com 100% dos recursos liberados pelo Ministério da Educação, parados na conta do Governo do Estado. “O Governo passado não moveu um tijolo sequer para a retomada dessa obra. O MEC já disponibilizou R$ 60 milhões ao Estado, mas o Governo ainda não depositou o valor total de contrapartida” – frisou o senador Wellington Fagundes, autor do requerimento aprovado. A diligência e a audiência estão marcadas para segunda-feira, dia 12 de agosto.
Fagundes destacou que a nova unidade hospitalar é considerada de vital importância para a saúde pública do Estado de Mato Grosso. Finalizado, o hospital vai acrescentar 250 leitos, 23 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) adulto, 16 pediátricas e 20 neonatal, 26 leitos de pré-atendimento, farmácia, laboratório, seis salas cirúrgicas, clínicas em diversas especialidades, entre outras funções.
As metas do novo hospital preveem a realização anual de 13 mil internações, 200 mil consultas, 30 mil cirurgias, matricular 2 mil alunos de doutorado, além de se tornar em um hospital de alta complexidade, que inclui serviços de neurocirurgia, cirurgia crânio-maxilo-facial, cirurgia cardíaca e ortopedia.
Cuiabá é referência em atendimento médico hospitalar, atendendo pacientes de outros estados e também de países vizinhos, como a Bolívia.
As obras do hospital foram iniciadas em dezembro de 2012, e com previsão de serem entregues em 2014. Ele explicou que, devido à necessidade de adequação no projeto, a obra precisou ser paralisada. Porém, até o momento, não há uma expectativa de conclusão. Líder do Bloco Parlamentar Vanguarda, formado pelo Democratas, PL e PSD, Fagundes há anos vem cobrando a retomada das obras, com várias audiências no MEC e no Ministério da Saúde.
Durante sessão da Comissão de Educação, Wellington ressaltou que o atual Governo, eleito no ano passado, acenou com a possibilidade de relicitar o empreendimento, que está com apenas 6%. “Um dos maiores problemas do Brasil são as obras inacabadas. E não podemos permitir que um hospital importante como esse não seja concluído, ainda mais com dinheiro na conta” – frisou o parlamentar mato-grossense.
FEDERAL DE RONDONÓPOLIS – Além da aprovação de diligência seguida de audiência pública para discutir a retomada das obras do Hospital Universitário, o senador Wellington Fagundes voltou a cobrar uma resposta do Ministério da Educação quanto à implantação definitiva da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR). Até o momento, o ministro Abraham Weintraub não respondeu ao pedido de audiência da Comissão de Educação para tratar do assunto.
Além da UFR, estão aguardando a nomeação de reitores pró-tempore para finalizar a instalação as federais de Catalão e Jataí, em Goiás; Delta do Parnaíba, no Piauí, e, Norte do Tocantins, em Tocantins – criada pelo atual Governo. Fagundes lamentou a postura do ministro Abraham Weintraub e disse que, caso não haja uma resposta a curto prazo, pedirá a sua convocação no Senado.
Da assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos