Complexo Hospitalar de Cuiabá

Complexo Hospitalar de Cuiabá
CENTRAL DE ATENDIMENTO 55 65 3051-3000

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Prefeitura de Cáceres

Prefeitura de Cáceres
Av. Getúlio Vargas, 1895, Vila Mariana Cáceres - MT

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

domingo, 24 de novembro de 2019

"Queda de avião deixa 23 mortos no Congo"

DR Kongo Goma Flugzeugabsturz (AFP/P. Tulizo)Aeronave caiu pouco após a decolagem sobre área densamente povoada no leste da República Democrática do Congo. Empresa responsável pelo avião está em lista de companhias proibidas de voar na Europa. Pelo menos 23 pessoas morreram neste domingo (24/11) após a queda de um pequeno avião em Goma, no leste da República Democrática do Congo. Segundo as autoridades locais, a aeronave caiu em um bairro densamente povoado, perto do aeroporto da cidade. "Contabilizamos 23 corpos até o momento", declarou Joseph Makundi, coordenador da Defesa Civil em Goma.
O avião da companhia Busy Bee transportava 19 pessoas, de acordo com a empresa. Além dos passageiros, moradores da área provavelmente estão entre as vítimas do acidente da aeronave modelo Dornier-228. As equipes de resgate ainda não forneceram um balanço preciso para passageiros e residentes.
"Havia 17 passageiros a bordo e dois tripulantes", disse Héritier Said Mamadou, um funcionário da Busy Bee.
O avião caiu em uma casa no bairro de Mapendo/Birere de Goma, próximo ao aeroporto construído no meio de áreas densamente povoadas, segundo vídeos compartilhados nas redes sociais. Um vídeo mostra a cabine da aeronave atravessada na parede de uma casa, com habitantes do bairro ao redor.
A aeronave faria o trajeto Beni-Butembo, 350 km ao norte de Goma. O piloto "errou na decolagem", afirmou o governador de Kivu do Norte, Carly Nzanzu Kasivita, em comunicado.
Em outubro, um avião de carga que operava de Goma com destino a Kinshasa caiu uma hora após a decolagem na província central de Sankuru, matando todos os oito passageiros e tripulantes.
Em sua relação de companhias aéreas proibidas de operar na Europa, a União Europeia lista 21 companhias aéreas congolesas, incluindo a Busy Bee.
JPS/afp/ap/cp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos