O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.
O Grupo São Benedito é uma das maiores construtoras da região Centro-Oeste.

Multirão Fiscal de Várzea Grande

Multirão Fiscal de Várzea Grande
PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE - AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, 0800 647 41 42 - (65) 3688-8000

CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

CÂMARA MUNICIPAL  DE CUIABÁ
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - Fone: (65) 3617-1500

GOVERNO DE MATO GROSSO

GOVERNO DE MATO GROSSO
O Nota MT é um programa de incentivo ao exercício da Cidadania

terça-feira, 5 de novembro de 2019

"SAÚDE: Pedra na vesícula provoca fortes dores e a cirurgia mais indicada é por laparoscopia, afirma especialista"

O tratamento eficaz é a cirurgia por laparoscopia, que requer poucos dias de internação hospitalar, e por isso é a conduta mais indicada. Os cálculos na vesícula, que causam fortes dores abdominais, são tratados com cirurgia, e a mais indicada, pelo pouco tempo de internação e rápida recuperação, é a laparoscopia. Este tema é abordado pelo coloproctologista Mardem Machado, de Cuiabá (MT), membro titular da Sociedade Brasileira de Coloproctologia. O especialista, que também é membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, explica que a pedra na vesícula é um problema
caracterizado por pequenas pedras que se formam na vesícula biliar, órgão localizado no fígado onde a bile se concentra e de onde é lançada sob a influência de um hormônio intestinal.
Visualização da imagem“Algumas delas se alojam na vesícula biliar e não causam sintomas. Outras ficam presas no duto biliar e bloqueiam o fluxo da bile para o intestino. Essa obstrução provoca a cólica biliar que se caracteriza por dor intensa no lado direito superior do abdome ou nas costas, na região entre as omoplatas”, pontua Mardem Machado.
A crise de cólica persiste enquanto a pedra permanecer no duto. No entanto, observa o coloproctologista, muitas podem voltar para a vesícula ou ser empurradas para o intestino. Quando isso ocorre, a crise dolorosa diminui.
“Alguns casos de pedra na vesícula podem ser assintomáticos, mas outros provocam dor intensa do lado direito superior do abdômen que se irradia para a parte de cima da caixa torácica ou para as costelas. A dor normalmente aparece meia hora após uma refeição, atinge um pico de intensidade e diminui depois. Pode vir ou não acompanhada de febre, náuseas e vômitos”, detalha.
De acordo com o médico, o tratamento eficaz é a cirurgia por laparoscopia, que requer poucos dias de internação hospitalar, e por isso é a conduta mais indicada.
“Consulte um médico se os sintomas dolorosos de pedra na vesícula se manifestarem e, especialmente, se forem seguidos de febre, náuseas e vômitos”, orienta o Dr. Mardem Machado, especialista em cirurgia do aparelho digestivo.
Sandra Carvalho/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos