Complexo Hospitalar de Cuiabá

Complexo Hospitalar de Cuiabá
CENTRAL DE ATENDIMENTO 55 65 3051-3000

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Prefeitura de Cáceres

Prefeitura de Cáceres
Av. Getúlio Vargas, 1895, Vila Mariana Cáceres - MT

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

"Wellington solicita ao presidente do BC medidas que contemplem população de baixa renda"

O senador Wellington Fagundes (PL-MT), líder do bloco Vanguarda, questionou nesta terça-feira, 20, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, sobre as medidas que estão sendo adotadas no sentido de favorecer a faixa mais pobre da população.Durante almoço no Bloco, foram tratadas as perspectivas econômicas e a modernização do sistema financeiro do país. Depois de fazer uma avaliação das iniciativas que visam, em um curto espaço de tempo, impulsionar a política financeira, Roberto Campos disse que o BC trabalha atualmente com a agenda que prioriza a competição, inclusão e a eficiência. "Estamos redesenhando o modelo financeiro, justamente para obtermos
respostas a curto prazo do mercado, que pela primeira vez no país está crescendo sem a participação do dinheiro público” - disse.
Roberto Campos garantiu que a inflação está bastante baixa e estável tanto no curto, médio e longo prazo. “Vou repetir aqui o que falei na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado: A inflação está baixa em todo o mundo".
Respondendo a questionamento dos senadores Zequinha Marinho (PSC-PA) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que integram o Bloco Parlamentar, Roberto Campos Neto assegurou que o BC tem agilizado um projeto para redesenhar o cheque especial, considerado como produto "muito regressivo” que, sem sombra de dúvidas, contemplará a população de baixa renda, penalizada com maior índice de juros.
Ao final do encontro, o senador Wellington Fagundes agradeceu os esclarecimentos e cobrou, do presidente do BC, o repasse de informações para os parlamentares, sobre ações e iniciativas aplicadas principalmente para beneficiar a população de baixa renda, que não tem acesso às informações do mercado financeiro. Fagundes reafirmou a disposição dos senadores em apoiar medidas que possam garantir o reaquecimento econômico, com efeito na geração de emprego e de novas oportunidades.
Da Assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos