SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

"Coronavírus atinge todas as regiões da China"

Chineses com máscaras cirúrgicasRemoto Tibete é a última província chinesa a registrar casos de vírus que já deixou 170 mortos. Rússia fecha fronteiras com o país vizinho, e Itália impede desembarque de passageiros de navio vindo de Macau.O surto do novo coronavírus se espalhou para mais países e já atinge todas as regiões da China. Nesta quinta-feira (30/01), a Índia e o remoto Tibete também reportaram os primeiros casos da doença respiratória, surgida na cidade chinesa de Wuhan. Em apenas um dia, o número de mortos pelo vírus aumentou de 133 para 170, e os casos confirmados subiram de 6 mil para mais de 7,7 mil. O caso registrado na província autônoma do Tibete significa que nenhuma região chinesa está livre do vírus.
Cerca de 70 infecções pelo coronavírus, batizado de 2019-nCoV, já foram identificadas em ao menos 15 países além da China, incluindo Alemanha, Japão e Vietnã, onde casos de transmissão de pessoa para pessoa foram confirmados. Os EUA, o Reino Unido e a Alemanha, entre outros países, desaconselharam seus cidadãos a viajar à China.Nesta quarta-feira, companhias aéreas começaram a cancelar voos de e para a China, e alguns países iniciaram a retirada de seus cidadãos da província chinesa de Hubei, cuja capital, Wuhan, é considerada o epicentro da epidemia.
Na Alemanha, quatro casos foram confirmados na Baviera, e há suspeitas de pessoas infectadas em outros estados. A automobilística alemã BMW informou nesta quinta-feira que fechará temporariamente três de suas fábricas na cidade chinesa de Shenyang, que empregam em torno de 18 mil pessoas e produzem anualmente meio milhão de veículos.
Nesta quarta-feira, 195 cidadãos americanos, na maioria diplomatas e suas famílias, foram retirados de Wuhan e colocados em isolamento por 72 horas. Segundo as autoridades, nenhuma dessas pessoas apresentava sintomas.
No caso de países como Austrália; Nova Zelândia, Coreia do Sul, Cingapura e Indonésia, as pessoas repatriadas permanecem em quarentena por um período de 14 dias, que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é o tempo máximo de incubação do vírus.
Os países da União Europeia (UE) aumentaram os esforços para evitar a disseminação do vírus no continente. Um avião Airbus A380 decolou de Lisboa nesta quinta-feira com destino a Wuhan para retirar cerca de 350 cidadãos europeus que se encontram na região. O voo foi coordenado pelas autoridades europeias e chinesas. Na Europa, além dos quatro casos registrados na Alemanha, há outros cinco na França e um na Finlândia.Autoridades italianas realizam nesta quinta-feira exames em cerca de 7 mil pessoas a bordo de um navio de cruzeiro que aportou próximo a Roma, vindo de Macau. Uma passageira de 54 anos que havia apresentado sintomas de uma forte gripe foi colicada em isolamento juntamente com seu parceiro, ainda que este não apresentasse sinais de infecção.
A empresa que administra o navio Costa Smeralda alertou as autoridades portuárias. Os cerca de 6 mil passageiros e mil tripulantes foram mantidos a bordo e passam por avaliações médicas.
A Rússia anunciou o fechamento de sua fronteira com a China, de milhares de quilômetros de extensão, e o cancelamento da emissão de vistos de entrada eletrônicos para chineses.
O primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, encarregou o Ministério dos Transportes e os serviços de Vigilância de Fronteiras, Alfândegas e de Proteção ao Consumidor de "limitar a travessia através dos postos de controle em determinados trechos" da fronteira no Extremo Oriente, que incluem rodovias e ferrovias.
O Ministério russo do Exterior recomendou aos cidadãos russos que não viagem para o país vizinho. Até o momento, nenhuma infecção pelo coronavírus de Wuhan foi detectada na Rússia.
A República Tcheca informou que suspendeu a concessão de vistos para turistas da China. Mas de 600 mil chineses visitaram o país no ano passado, especialmente a capital, Praga.
No Brasil, o Ministério da Saúde afirmou nesta quarta-feira que nove casos suspeitos do novo coronavírus estão sendo investigados. Três suspeitas foram registradas em São Paulo, duas em Santa Catarina e uma em cada um dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Ceará.
A Scandinavian Airlines se juntou a várias outras companhias aéreas e suspendeu seus 12 voos semanais para a Pequim e Xangai. A espanhola Iberia também cancelou três voos semanais entre Madri e Xangai, anunciando que a medida deverá valer durante todo o mês de fevereiro.
Anteriormente, outras empresas aéreas europeias, como British Airlines, Lufthansa, Austrian Airlines, Swiss, Air France e KLM também havia cancelado temporariamente voos para cidades chinesas.
O especialista em doenças respiratórias Zhong Nanshan, que descobriu o coronavírus causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) em 2003, calcula que o surto atual deve atingir seu pico dentro de dez dias. Ele acredita que não haverá um aumento de casos em larga escala depois disso.
"O surto de Sars durou em torno de seis meses", disse Zhong à agência estatal de notícias chinesa Xinhua. "Não acredito que o novo coronavírus vá durar tanto tempo."
RC/rtr/ap/afp/dpa/cp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos