Complexo Hospitalar de Cuiabá

Complexo Hospitalar de Cuiabá
CENTRAL DE ATENDIMENTO 55 65 3051-3000

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Prefeitura de Cáceres

Prefeitura de Cáceres
Av. Getúlio Vargas, 1895, Vila Mariana Cáceres - MT

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

"Projeto inclui Legislativo na composição do comitê gestor do Fundo Setorial do Audiovisual"

O Projeto de Lei 5498/19 inclui os presidentes da Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados e da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado na composição do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Em análise na Câmara dos Deputados, o texto altera a Lei 11.437/06, que hoje prevê que o comitê é constituído por representantes do Ministério da Cultura (extinto em 2019), da Agência Nacional de Cinema (Ancine), das instituições financeiras credenciadas e do setor audiovisual.
O comitê gestor é responsável pelo plano anual de investimentos do FSA, acompanhamento e implementação das ações e avaliação dos resultados alcançados. O fundo é parte da política de fomento à indústria cinematográfica do País, contemplando atividades como produção, distribuição, exibição e infraestrutura.
Autor do projeto de lei, o deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ) ressalta a importância das duas comissões temáticas do Congresso Nacional na discussão dos projetos voltados para a cultura. “A participação de representantes das comissões no Comitê Gestor do FSA contribuirá para melhora da tomada de decisões do órgão, dado o caráter técnico das comissões, bem como ampliará a capacidade de fiscalização do Congresso”, disse.
Rodízio
Como o Ministério da Cultura deixou de existir no governo Jair Bolsonaro, o projeto também substitui a representação pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania – atualmente responsável pela gestão da área cultural no País. O texto também garante que haverá rodízio entre os representantes na presidência do comitê gestor.
Reportagem – Lara Haje
Edição – Pierre Triboli
Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos