SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

"Saúde mental: o que a Odontologia tem a ver com isso?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que estar em boa saúde é estar em “estado de completo bem-estar físico, mental e social”. Na área da Odontologia costumamos dizer, também, que sem a saúde bucal é impossível ter uma saúde global em harmonia. A harmonia, aliás, é essencial para uma saúde mental de qualidade. É exatamente por todos estes fatores que apoiamos e fortalecemos anualmente, enquanto representantes de conselho de classe, o Janeiro Branco. A campanha nascida em Minas Gerais tem como um de seus principais objetivos sensibilizar instituições sociais, públicas, privadas, sociedade e mídias de forma geral sobre a importância de falar sobre doenças psiquiátricas. E não só falar: agir. Hoje, 5,8% dos brasileiros, ou 12 milhões de pessoas, sofrem de depressão. Além disso, 9,3% sofrem de ansiedade, índice que representa 19,4 milhões de brasileiros e coloca o país em primeiro lugar no mundo com o maior número de ansiosos. É muita gente e, principalmente, muita gente que enfrenta diariamente uma batalha.
Ir a um consultório odontológico, por exemplo, é um desafio enfrentado por muitos daqueles que sequer sofrem de transtornos de ansiedade. De acordo com pesquisa realizada pela British Dental Health Foundation, 36% dos pacientes afirmam que o medo é o principal motivo para não irem regularmente a um profissional. A odontofobia é uma realidade em todo o mundo. Um transtorno mental pode agravar ainda mais a situação.
É importante, portanto, que os profissionais tenham sensibilidade e possam reconhecer sintomas, acalmar pacientes e falar que vai ficar tudo bem. Informar o que está fazendo e qual a previsão, em horas ou minutos, de um procedimento odontológico também é uma dica importante quando o tema é a saúde mental.
Precisamos ficar atentos. Apoiar as pessoas ao nosso redor e nossos pacientes é um caminho seguro e certeiro para uma Odontologia mais humana. Mas, mais do que isso, para uma sociedade mais humana, mais solícita, que escute mais e também apoie mais uns aos outros.
Juntos sempre seremos mais fortes.
E, se quiserem saber mais sobre a campanha Janeiro Branco, o site http://janeirobranco.com.bré bastante completo em relação a dicas e objetivos da ação.
Sandro Stefanini é cirurgião-dentista em Mato Grosso, professore de Odontologia e está como presidente do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos