SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

"Prefeito adia lançamento da obra do Hospital Veterinário Municipal"

Situação será apurada pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento em conjunto com a Procuradoria Geral do Município. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, adiou o lançamento das obras do Hospital Veterinário Municipal “Manchinha”, agendada para a manhã de hoje (17). A decisão foi adotada para garantir o princípio de boa fé e ampla defesa, após manifestação de um suposto proprietário da área onde será construída a unidade, no bairro Parque Cuiabá. A estrutura será a primeira de caráter público do estado de Mato Grosso. Por meio de vídeo publicado em suas redes sociais, o prefeito Emanuel Pinheiro explicou a situação para a sociedade e garantiu que os ritos administrativos e jurídicos da execução da obra serão respeitados.
“Bom, imediatamente, até pelo princípio da boa fé, do contraditório e da ampla defesa, boa fé do munícipe inclusive, imediatamente eu suspendi o lançamento da obra até que esta situação seja totalmente esclarecida”, explicou.
O gestor ainda destacou que problemas com regularização fundiária são comuns em todo Município de Cuiabá e que a Prefeitura trabalha para solucionar esse e outros casos relacionados.
“Aqui em Cuiabá é muito comum está luta por áreas públicas, é muito comum em todas as regiões da cidades pessoas aparecerem tempos depois, até com documentos em mãos, alegando que aquela área, que no nosso controle aqui na Prefeitura é tida como pública, na verdade é particular. Isso é muito comum”, pontuou Pinheiro.
Apesar do adiamento, o chefe do executivo Municipal garantiu que a situação não irá inviabilizar a obra, que é um marco para causa animal do Estado. “Mas para não cometer nenhuma injustiça ou deixar um mal estar desnecessário, 10 ou 15 dias não vão alterar em nada o lançamento desta obra, nem o nosso projeto e comprometimento com a defesa animal. Então eu achei por bem suspender o lançamento hoje, esclarecer essa situação de forma administrativa ou até na justiça se for o caso. Com isso eu estou adiando o lançamento desta grande obra, mas não estou, em hipótese alguma, comprometendo o nosso sonho de fazer de Cuiabá um case de sucesso em defesa e proteção aos nossos animaizinhos”, frisou Emanuel Pinheiro.
No total, o HVM contará com três etapas para sua instalação completa: a primeira destina-se a implantação do pronto-socorro. Já na segunda fase será criado um centro veterinário com a implantação de canil e gatil. Já a terceira etapa irá contemplar um espaço destinado ao lazer da população.
A estrutura vai contar com três consultórios, área para animais hospitalizados, área de controle emergencial, sala de raio-x, laboratório de análises clínicas e sala de cirurgia. Além das instalações médicas, o local também se tornará a sede da Diretoria de Bem-Estar Animal, que é vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.
Assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos