SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

terça-feira, 10 de março de 2020

"Coronavírus: Itália registra 168 mortes em 24 horas"

Italien Coronavirus Mailand Hauptbahnhof Checkpoint (picture-alliance/AP Photo/LaPresse/C. Furlan)Mais da metade dos mortos tinha mais de 80 anos. Número de casos no país passa de 10 mil. Alemanha pretende investir 1 bi para combater doença. Subsecretária de Saúde do Reino Unido é diagnosticada com coronavírus. O número de mortes na Itália por causa do novo coronavírus subiu para 631, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (10/03) pelo chefe da Defesa Civil do país, Angelo Borrelli, o que representa 168 a mais do que as que tinham sido confirmadas até segunda-feira.
Ainda segundo os dados, os casos ativos de contaminação pelo covid-19 chegaram a 8.514 no país. Além desses, outros 1.004 se referem a pessoas que foram curadas, elevando o total de todas as infecções desde o início da crise para 10.149.
Todas as 168 mortes registradas nas últimas 24 horas ocorreram na região da Lombardia, onde já haviam falecido 468 pessoas desde o início da crise do coronavírus que se espalhou por diversos países.
Borrelli afirmou que, dessas 168 mortes, 2% são de pessoas na faixa de 50 a 59 anos; 8% na de 60 a 69 anos; 32% na faixa de 70 a 79 anos; 45% na faixa de 80 a 89 anos e 14% entre maiores de 90 anos.
O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, reuniu-se hoje com os líderes dos partidos da oposição para debater a situação e, no decorrer das conversas, assegurou que o governo "continuará disponível, como tem feito até agora, para tomar todas as medidas necessárias para conter rigorosamente a propagação do surto e para atualizar constantemente estas medidas"
Esta terca-feira marcou o primeiro dia da quarentena imposta a todo o país para tentar controlar a disseminação da doença. O governo solicitou que todos os italianos fiquem em casa e evitem viagens não-essenciais até o dia 3 de abril, ampliando radicalmente medidas já tomadas em grande parte do norte, região mais rica do país, e que é a principal área afetada pela epidemia.
Embora a Lombardia, no norte, responda por 74% das vítimas fatais do vírus, a doença agora chegou ao país inteiro e o governo teme que se o quadro piorar, o sistema de saúde no sul, menos preparado, possa entrar em colapso, causando altas dramáticas nos números de mortos.
Pontos turísticos de Roma, incluindo a Fontana de Trevi e o Panteão, estavam quase totalmente vazios na terça-feira, enquanto o Vaticano fechou a Praça de São Pedro e a Basílica de São Pedro para os turistas. A polícia pediu que turistas voltassem aos seus hotéis.
Durante pelo menos três semanas, viajantes no país terão de preencher uma declaração com suas justificativas e levá-la consigo. Eventos ao ar livre, incluindo de esportes, foram proibidos, enquanto bares e restaurantes terão de fechar às 18h. Escolas e universidades permanecerão fechadas até 3 de abril.
Subsecretária de Saúde do Reino Unido com coronavírus
Uma subsecretária da Saúde do Reino Unido e deputada conservadora anunciou hoje que foi diagnosticada com coronavírus. Nadine Dorries, a primeira parlamentar a ter um resultado positivo, disse que tomou todas as precauções recomendadas após descobrir e se isolou em casa.
Dorries ocupa o posto de subsecretária da Saúde para Segurança dos Pacientes, Prevenção ao Suicídio e Saúde Mental. O departamento é subordinado à Secretaria de Estado de Saúde do Reino Unido, comandada por Matt Hancock, que tem um cargo equivalente ao de ministro no Brasil.
O anúncio foi feito no mesmo dia em o país registrou a sexta morte por coronavírus. O Reino Unido já conta com um total de 382 casos.
A última pessoa a morrer foi um homem de mais de 80 anos, que já tinha um histórico de problemas de saúde.
Democratas cancelam eventos nos EUA
Os pré-candidatos que disputam a candidatura presidencial do Partido Democrata, Joe Biden e Bernie Sanders, cancelaram hoje comícios de campanha devido à propagação do novo coronavírus.
O cancelamento dos dois comícios no Ohio ocorreu após as autoridades do estado americano manifestarem preocupação em relação à concentração de muitas pessoas nos dois eventos.
Devido a preocupações de saúde e segurança pública, cancelaremos a reunião desta noite em Cleveland", disse o diretor de comunicações de Sanders, Mike Casca, em comunicado. "Respeitamos as advertências dos funcionários do estado de Ohio, que expressaram sua preocupação por organizar grandes eventos em espaços fechados durante a epidemia de coronavírus", acrescentou.
Ainda nos EUA, o governador do estado de Washington, Jay Inslee, disse nesta terça-feira que está cogitando medidas draconianas para evitar um aumento de casos de coronavírus. Ele afirma que o número de casos pode chegar a 64 mil no estado dentro de oito semanas a menos que uma "ação real" seja tomada.
Inslee disse que epidemiologistas estão lhe informando que atualmente existem de 500 a 2.000 casos de coronavírus em Washington e que, dado o ritmo de proliferação da doença respiratória altamente contagiosa, o número pode dobrar a cada 5-8 dias.
O Estado de Washington já relatou 162 casos confirmados do novo coronavírus e 22 mortes, mas especialistas acreditam que o número verdadeiro de casos é muito maior.
Alemanha pretende investir 1 bilhão de euros para combater coronavírus
O parlamento alemão pretende destinar até 1 bilhão de euros (5,2 bilhões de reais) em fundos adicionais para combater o coronavírus, anunciou o líder do bloco parlamentar do partido da chanceler federal Angela Merkel nesta terça-feira.
"Forneceremos recursos orçamentários adicionais de até 1 bilhão euros ", disse o democrata-cristão (CDU) Ralph Brinkhaus, antes de uma reunião em Berlim. Os fundos vão ser destinados para apoiar pesquisas e compra de equipamentos.
"O ministro da saúde, e as autoridades de saúde receberão todo o recursos necessários para enfrentar a crise dos coronavírus", compeltou Brinkhaus
A Alemanha tem cerca de 1.100 confirmados de coronavírus até o momento. Duas pessoas morreram no país. O ministro da Saúde, Jens Spahn, pediu aos cidadãos que viajem menos e evitem reuniões de 1.000 pessoas ou mais em uma tentativa de diminuir a taxa de infecção.
Número de casos sobe no Brasil
No Brasil, o número de casos confirmados do novo coronavírus subiu para 34, sendo que o Ministério da Saúde monitoriza 893 outros casos suspeitos, informou hoje o governo.
No total, o Brasil tem 19 casos no estado de São Paulo, oito no Rio de Janeiro e dois na Bahia. Os estados do Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Alagoas, Minas Gerais e Distrito Federal têm um caso confirmado cada um.
Nos últimos dias, o Brasil confirmou os primeiros casos de transmissão local, em pessoas sem registo de viagens para o exterior. Até ao momento, o Brasil já descartou 780 casos suspeitos.
O Ministério da Saúde do Brasil anunciou também que quer contratar cinco mil médicos e reforçar a capacidade de assistência em saúde.
JPS/afp/dpa/rt/lusa/cp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos