SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

quarta-feira, 18 de março de 2020

"PANDEMIA: Pacientes com Doenças Inflamatórias Intestinais não devem interromper tratamento'

Na dúvida neste momento de pandemia do coronavírus, pacientes que tomam imunodepressores ou corticoides devem procurar orientações com o seu especialista. O coloproctologista Mardem Machado, responsável técnico pelo Instituto de Gastro e Proctologia Avançada (IGPA), com sede em Cuiabá (MT), orienta pacientes que tomam medicamentos imunodepressores ou imunomoduladores, a exemplo dos portadores de Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs), a não suspenderem tratamento e a procurarem o especialista que os acompanha para orientações. A manifestação do coloproctologista vem em adesão ao manifesto divulgado as Sociedades Brasileiras de Reumatologia (SBR), Dermatologia (SBD) e o Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal do Brasil (GEDIIB) com o anúncio da pandemia de infecção causada pelo novo coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS).
Até o momento não existem informações suficientes a respeito do efeito do uso destas medicações em uma possível infecção pela Covid-19.
Visualização da imagem“Deste modo, orientamos todos os pacientes em uso de imunossupressores a entrarem em contato com seu médico assistente, caso apresente sintomas como tosse persistente, febre e dispneia, a fim de receber orientações sobre como proceder em relação às suas medicações”, retransmite Dr. Mardem Machado.
Sobre as DIIs
Doença inflamatória intestinal (DII) é um termo genérico usado para descrever distúrbios que envolvem inflamação crônica do trato digestivo. Os tipos mais comuns são a Colite Ulcerativa e a Doença de Crohn.
Colite Ulcerativa provoca inflamação de longa duração e feridas (úlceras) no revestimento interno do intestino grosso (cólon) e reto.
A Doença de Crohn é uma DII caracterizada pela inflamação do revestimento do trato digestivo, que muitas vezes se espalha profundamente nos tecidos afetados.
Tanto a colite ulcerativa quanto a doença de Crohn geralmente tem como sintomas comuns a diarreia grave, dor abdominal, fadiga e perda de peso. Consulta com especialista e exames são necessários para o diagnóstico e tratamento.
Sandra Carvalho/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos