Complexo Hospitalar de Cuiabá

Complexo Hospitalar de Cuiabá
CENTRAL DE ATENDIMENTO 55 65 3051-3000

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Prefeitura de Cáceres

Prefeitura de Cáceres
Av. Getúlio Vargas, 1895, Vila Mariana Cáceres - MT

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

quarta-feira, 13 de maio de 2020

"Educação: Seduc garante videoaulas na TV ALMT durante a Pandemia da Covid-19"

Seduc garante videoaulas na TV ALMT durante a pandemia de Covid-19 ...Deputado Claudinei realizou indicação para que alunos da rede pública não sejam prejudicados no período de enfrentamento do novo coronavírus. Em sessão extraordinária na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), na última sexta-feira (8), o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) apresentou a indicação de n.º 1.572/2020 (https://www.al.mt.gov.br/storage/webdisco/cp/20200421111048163600.pdf) que propõe para a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) a aplicação de método de ensino para alunos da rede pública estadual durante a pandemia da Covid-19. Essa proposição depara com iniciativa da Seduc que promoverá no dia 18 de maio, a transmissão de videoaulas na TV ALMT, com aulas inéditas e reprisadas durante a semana. O conteúdo envolverá as quatro áreas do conhecimento – sendo a matemática, linguagem e suas tecnologias, ciências sociais aplicadas e ciência da natureza e suas tecnologias que são exigências do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
O parlamentar pontuou que os educandos não chegaram a participar de aulas neste ano – devido a suspensão por meio de decreto estadual. “Em nome do presidente da ALMT, Eduardo Botelho, agradeço ao governo por preocupar com a educação neste momento de pandemia. A Assembleia fará o seu papel social com a transmissão de aulas pela TV da Casa de Leis em parceria com a Seduc, bem como, reduzirá os prejuízos do processo de aprendizagem dos alunos. Sem contar que a Seduc já disponibilizou cerca de 130 mil apostilas para os alunos que não possuem acesso à Internet”, explica Claudinei.
Metodologia
De acordo com o Coordenador de Ensino Médio e professor de química da rede estadual de ensino, Isaltino Alves Barbosa, foi formada uma rede de profissionais das iniciativas pública (professores efetivos e temporários) e privada para fazer parte da transmissão das aulas via canal de televisão. Ele acrescenta que também a veiculação dos materiais de divulgação ocorrerão pelo YouTube para poder interligar na plataforma Aprendizagem Conectada que conta com uma série de conteúdos pedagógicos. “A gente achou interessante linkar dentro da plataforma, porque o aluno tem acesso tanto aos conteúdos específicos do ano que ele está inserido quanto do Enem. Tem uma diversidade de material, em que as ações se complementam”, explica Isaltino.
Para o coordenador, essa parceria demonstra que a Seduc aplica um planejamento estratégico bem articulado para contemplar tanto a perspectiva de manter a integridade destes estudantes quanto o de manter o ritmo de aprendizado. Outro aspecto que ele destaca, é o papel da TV ALMT que exerce um papel fundamental de auxiliar a iniciativa, já que há alunos que não tem Internet. “O acesso à Internet é uma problemática tanto no cenário mato-grossense como nacional. Essa parceria vem praticamente a contribuir com essa ação da Secretaria e ganhar uma magnitude no Estado”, salienta.
Em relação aos professores envolvidos no processo, Isaltino explica que eles atuam de forma colaborativa. “Os professores são aqueles que se propõem voluntariamente a somar nesta iniciativa da Secretaria. A ideia inicial era copilar as boas práticas da rede, difundir e valorizar a cultura de nossos educadores. Não houve nenhum tipo de acordo financeiro. É uma ação colaborativa por parte deles. A nossa contrapartida era apenas a divulgação e garantir a qualidade dos materiais de divulgação”, esclarece.
Educação Básica
De acordo com o professor de biologia da rede de ensino pública, Carlos Magno dos Anjos, essa metodologia proporcionará ao aluno a construção de conhecimento e o desenvolvimento no aprendizado. “Enquanto professor, eu conheço a carência do nosso aluno de Mato Grosso. Há um universo de diferenças entre eles. O interessante neste projeto é que contempla um número maior de educandos pela estratégia de alcance da Internet e TV. Ainda mais que as aulas contarão com uma exposição de conteúdos conceituais e resolução de exercícios. A gente espera que o beneficiado seja o aluno. Essa é a nossa torcida”, esclarece Magno.
A Seduc conta com 767 escolas de ensino público, que envolve também alunos de comunidades tradicionais (quilombolas e indígenas). A transmissão da TV Assembleia será via satélite, pelos canais 30.1 e 30.2 (aberto HD Digital), 330.2 (Sky HD), 10 (Net TV) e 16 (a cabo) com abrangência para atender os 141 municípios de Mato Grosso Assembleia.
Samantha dos Anjos/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos