SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 4 de maio de 2020

"Maia defende punição para ‘criminosos’ que agrediram jornalistas e enfermeiros"

Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia, concede entrevista coletiva sobre a crise causada pelo coronavírus.Agressões foram feitas por partidários de Bolsonaro; para Maia, cabe às instituições democráticas impor a ordem legal. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticou as manifestações e agressões promovidas por partidários do presidente da República, Jair Bolsonaro, neste domingo (3). Para Maia, o País além de enfrentar o coronavírus, enfrenta o extremismo político, mas destacou que a democracia vai vencer esses obstáculos. “No Brasil, infelizmente, lutamos contra o coronavírus e o vírus do extremismo, cujo pior efeito é ignorar a ciência e negar a realidade. O caminho será mais duro, mas a democracia e os brasileiros que querem paz vencerão”, disse.
Na manhã deste domingo, Bolsonaro, mais uma vez participou de manifestação em frente ao Palácio do Planalto com ataques ao STF e ao Congresso Nacional. Bolsonaro foi até a rampa acenar para os seus apoiadores, que se aglomeravam na Praça dos Três Poderes. Mais cedo, jornalistas foram atacados por apoiadores do presidente, e ontem, enfermeiros que protestavam pacificamente contra a atuação do governo em relação à pandemia, foram atacados por bolsonaristas.
“Minha solidariedade aos jornalistas e profissionais de saúde agredidos. Que a Justiça seja célere para punir esses criminosos”, disse Rodrigo Maia.
“Ontem [sábado] enfermeiras ameaçadas. Hoje [domingo] jornalistas agredidos. Amanhã, qualquer um que se opõe à visão de mundo deles. Cabe às instituições democráticas impor a ordem legal a esse grupo que confunde fazer política com tocar o terror”, afirmou o presidente da Câmara.
Reportagem - Luiz Gustavo Xavier
Edição – Régis Oliveira
Foto: Najara Araújo
Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos