SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

domingo, 7 de junho de 2020

"Rejeitamos o capitalismo desregulado", diz comissária da UE"

Dinamarquesa Margrethe Vestager lidera pasta Uma Europa Preparada para a Era DigitalSemanas de confinamento mostraram dependência excessiva das multis americanas. Vice-presidente da Comissão Europeia Margrethe Vestager quer corrigir essa distorção, com "concorrência, mas também democracia". A União Europeia precisa passar a regular melhor os mercados digitais, e no momento coleta ideias nesse sentido, declarou a vice-presidente executiva da Comissão Europeia Margrethe Vestager, em entrevista ao semanário Welt am Sonntag.
"Nas últimas semanas, estivemos fascinados por tudo o que é possível digitalmente. Mas o coronavírus mostrou como somos dependentes de multinacionais americanas, e isso foi um toque de despertar." Sua conclusão é que "a internet deve ser regulada em âmbito europeu". Até 8 de setembro, a Comissão aceita sugestões do público para o projeto de lei sobre serviços digitais. "Temos noções bem precisas de como sociedades e economias nacionais devem ser, e elas em parte diferem significativamente das versões dos Estados Unidos e China", frisou a ex-comissária europeia para a Concorrência dinamarquesa de 52 anos. "Queremos concorrência, mas queremos também democracia, e rechaçamos as consequências negativas de um capitalismo desregulado."
Vestager assegurou não ter nada contra firmas bem-sucedidas se tornarem grandes: "Mas quero impedir que situações de monopólio, como vemos com a Amazon, Google e Facebook, se repitam em outros mercados. Para tal, precisamos de instrumentos com os quais evitemos que os mercados se desequilibrem e fiquem dependentes de uma única empresa."
Além disso, a política social-liberal pretende responsabilizar os conglomerados de internet mais fortemente do que até o momento. Isso inclui tanto comportamento econômico quanto conteúdos publicados em plataformas como Facebook e Twitter.
"Não podemos forçar as grandes multinacionais da internet a serem menores ou menos dominantes. Elas não podem mudar o que são, mas podem mudar seu comportamento, e é isso que esperaremos no futuro, na Europa."
Como uma dos três vice-presidentes executivos da Comissão Europeia, Margrethe Vestager lidera a pasta intitulada Uma Europa Preparada para a Era Digital. Desde seu mandato como comissária da UE para a Concorrência (2014-2019), ela tem se mostrado severa com as poderosas multinacionais americanas, impondo multas milionárias à Apple, Google e Amazon, entre outras.
Segundo o presidente Donald Trump, que a apelidou "Moça dos Impostos" da UE, Vestager "odeia os Estados Unidos, talvez pior do que qualquer pessoa que eu já encontrei"..
AV/rtr,ots/cp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos