SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

domingo, 7 de junho de 2020

"Rejeitamos o capitalismo desregulado", diz comissária da UE"

Dinamarquesa Margrethe Vestager lidera pasta Uma Europa Preparada para a Era DigitalSemanas de confinamento mostraram dependência excessiva das multis americanas. Vice-presidente da Comissão Europeia Margrethe Vestager quer corrigir essa distorção, com "concorrência, mas também democracia". A União Europeia precisa passar a regular melhor os mercados digitais, e no momento coleta ideias nesse sentido, declarou a vice-presidente executiva da Comissão Europeia Margrethe Vestager, em entrevista ao semanário Welt am Sonntag.
"Nas últimas semanas, estivemos fascinados por tudo o que é possível digitalmente. Mas o coronavírus mostrou como somos dependentes de multinacionais americanas, e isso foi um toque de despertar." Sua conclusão é que "a internet deve ser regulada em âmbito europeu". Até 8 de setembro, a Comissão aceita sugestões do público para o projeto de lei sobre serviços digitais. "Temos noções bem precisas de como sociedades e economias nacionais devem ser, e elas em parte diferem significativamente das versões dos Estados Unidos e China", frisou a ex-comissária europeia para a Concorrência dinamarquesa de 52 anos. "Queremos concorrência, mas queremos também democracia, e rechaçamos as consequências negativas de um capitalismo desregulado."
Vestager assegurou não ter nada contra firmas bem-sucedidas se tornarem grandes: "Mas quero impedir que situações de monopólio, como vemos com a Amazon, Google e Facebook, se repitam em outros mercados. Para tal, precisamos de instrumentos com os quais evitemos que os mercados se desequilibrem e fiquem dependentes de uma única empresa."
Além disso, a política social-liberal pretende responsabilizar os conglomerados de internet mais fortemente do que até o momento. Isso inclui tanto comportamento econômico quanto conteúdos publicados em plataformas como Facebook e Twitter.
"Não podemos forçar as grandes multinacionais da internet a serem menores ou menos dominantes. Elas não podem mudar o que são, mas podem mudar seu comportamento, e é isso que esperaremos no futuro, na Europa."
Como uma dos três vice-presidentes executivos da Comissão Europeia, Margrethe Vestager lidera a pasta intitulada Uma Europa Preparada para a Era Digital. Desde seu mandato como comissária da UE para a Concorrência (2014-2019), ela tem se mostrado severa com as poderosas multinacionais americanas, impondo multas milionárias à Apple, Google e Amazon, entre outras.
Segundo o presidente Donald Trump, que a apelidou "Moça dos Impostos" da UE, Vestager "odeia os Estados Unidos, talvez pior do que qualquer pessoa que eu já encontrei"..
AV/rtr,ots/cp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos