SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 22 de junho de 2020

"SAÚDE: Delegado Claudinei indaga sobre recurso federal destinado para Rondonópolis no combate à Covid-19"

O parlamentar solicitou informações a respeito de repasses realizados pelo governo federal ao município. Durante sessão extraordinária nesta segunda-feira (22), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado estadual Delegado Claudinei apresentou requerimento para que representante da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Rondonópolis (MT) esclareça como está a administração dos recursos financeiros repassados pelo governo federal em atendimento a Lei Complementar de n° 173, de 27 de maio de 2020. Essa lei estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento a Covid-19, em que a União repassa um auxílio financeiro aos Estados, Distrito Federal e municípios para mitigar os efeitos financeiros de combate ao novo coronavírus. Para o estado de Mato Grosso ficou estipulado a transferência de cerca de R$ 1,3 bilhão.
Rondonópolis é uma das cidades beneficiadas pelo programa, em que receberá o total de R$ 64 milhões. De acordo com o deputado Claudinei, no dia 9 de junho, o governo federal já repassou a primeira parcela do auxílio emergencial e, com isso, solicita informações da programação da gestão municipal quanto ao uso e aplicação dos valores.
Operação Stop Loss
A preocupação do parlamentar se deve principalmente ao afastamento da secretária de saúde de Rondonópolis, Izalba Albuquerque, ocorrida na última terça-feira (16), por ser acusada de fraude em compras sem licitação. Com a Operação Stop Loss foi deflagrado o superfaturamento e irregularidades na compra de materiais e insumos para o combate ao novo coronavírus para atender o município.
Delegado Claudinei exigiu transparência para que o uso da verba seja divulgado pela gestão municipal e a população do município possa ficar informada e atualizada sobre os gastos, programações e aplicações do recurso federal. Também, ele questionou se há disponível um sítio eletrônico para acesso e, assim, ter o devido acompanhamento das informações de interesse.
De acordo com o Portal da Transparência do governo federal, foram repassados entre março a junho de 2020, o valor de aproximadamente R$ 14 milhões por meio de ação orçamentária, comenta Delegado Claudinei, em que a destinação desta verba foi para uso exclusivo para o enfrentamento do coronavírus.
Samantha dos Anjos/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos