SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

segunda-feira, 22 de junho de 2020

"SAÚDE: Delegado Claudinei indaga sobre recurso federal destinado para Rondonópolis no combate à Covid-19"

O parlamentar solicitou informações a respeito de repasses realizados pelo governo federal ao município. Durante sessão extraordinária nesta segunda-feira (22), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado estadual Delegado Claudinei apresentou requerimento para que representante da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Rondonópolis (MT) esclareça como está a administração dos recursos financeiros repassados pelo governo federal em atendimento a Lei Complementar de n° 173, de 27 de maio de 2020. Essa lei estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento a Covid-19, em que a União repassa um auxílio financeiro aos Estados, Distrito Federal e municípios para mitigar os efeitos financeiros de combate ao novo coronavírus. Para o estado de Mato Grosso ficou estipulado a transferência de cerca de R$ 1,3 bilhão.
Rondonópolis é uma das cidades beneficiadas pelo programa, em que receberá o total de R$ 64 milhões. De acordo com o deputado Claudinei, no dia 9 de junho, o governo federal já repassou a primeira parcela do auxílio emergencial e, com isso, solicita informações da programação da gestão municipal quanto ao uso e aplicação dos valores.
Operação Stop Loss
A preocupação do parlamentar se deve principalmente ao afastamento da secretária de saúde de Rondonópolis, Izalba Albuquerque, ocorrida na última terça-feira (16), por ser acusada de fraude em compras sem licitação. Com a Operação Stop Loss foi deflagrado o superfaturamento e irregularidades na compra de materiais e insumos para o combate ao novo coronavírus para atender o município.
Delegado Claudinei exigiu transparência para que o uso da verba seja divulgado pela gestão municipal e a população do município possa ficar informada e atualizada sobre os gastos, programações e aplicações do recurso federal. Também, ele questionou se há disponível um sítio eletrônico para acesso e, assim, ter o devido acompanhamento das informações de interesse.
De acordo com o Portal da Transparência do governo federal, foram repassados entre março a junho de 2020, o valor de aproximadamente R$ 14 milhões por meio de ação orçamentária, comenta Delegado Claudinei, em que a destinação desta verba foi para uso exclusivo para o enfrentamento do coronavírus.
Samantha dos Anjos/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos