SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

Loja Oficial - Casa Prado

Loja Oficial - Casa Prado
Camisetas, Polos, Calças, Bermudas, Sapatos e Acessórios de Qualidade na Casa Prado!

segunda-feira, 1 de junho de 2020

"Secretário de Saúde de Vera dá coletiva para falar sobre aumento de casos de covid-19 no município"

Secretário adverte pessoas que estão em isolamento domiciliar que descumprirem o termo de responsabilidade serão responsabilizadas. Na manhã desta segunda-feira (01) o secretário de Saúde Waldir Alessandro Gabriel e a coordenadora da vigilância epidemiológica e da atenção básica de Vera Ivânia Totti Ferreira, deram uma entrevista coletiva para falar do aumento dos números de casos positivos de coronavírus, dos suspeitos e de pessoas em isolamento domiciliar no município de Vera.O aumento dos casos se deu durante o final de semana onde o boletim informativo sofreu alterações.

O município de Vera até a na última sexta-feira tinha 2 casos confirmados no entanto no sábado dia 30 confirmou-se mais um caso positivo subindo  para 3 o número de casos positivos do novo coronavírus. Tínhamos 3 casos suspeitos, o que no sábado subiu para 6 e tínhamos seis pessoas em isolamento domiciliar, passando no fim de semana para 11 pessoas ao todo.
Waldir falou sobre o aumento e pediu novamente para que a população de Vera se cuide, fique em casa e não realize ou participe de festas e confraternizações. “Estamos aqui novamente para passar para vocês as alterações que tivemos no nosso boletim neste fim de semana. Tivemos 6 casos suspeitos, 3 casos positivos, temos 5 casos descartados. Mas a nossa preocupação são os casos de isolamento domiciliar que aumentaram para 11. Então estamos aqui pedindo por favor que vocês se cuidem, usem máscaras de proteção facial, álcool em gel e evitem sair de casa, evitem rodinhas para fumar nargile, tomar tereré, ou coca-cola e evitem festinhas e aglomerações de qualquer natureza. Agora o pico do contágio da doença está aumentando e temos que nos cuidar para evitar o contágio do coronavírus", destacou.
A coordenadora da vigilância epidemiológica Ivânia esclareceu sobre os exames, os testes rápidos que tem gerado dúvida na população verense. “Quero aproveitar para esclarecer as dúvidas que a população está tendo em relação ao teste rápido, o teste que está sendo realizado para confirmar no nosso município os casos de covid. Como já estão sabendo temos o teste rápido, este teste foi fornecido para todo o estado de Mato Grosso, então todo o estado recebeu o mesmo teste que nós temos aqui no município. Antes de fazer o teste rápido o paciente passa por uma avaliação clínica detalhada por onde ele passa por raio x, e exames de sangue, dando alterações nesta avaliação clínica é realizado o teste rápido. Porém o teste rápido tem um tempo para ser realizado de 7 a 14 dias de sintomas. O teste rápido é realizado aqui mesmo no município, na hora, ele não vai para fora. Ele não é mandado para o LACEN em Cuiabá porque não tem necessidade. O teste que vai para o LACEN é um exame diferente é o swab que é coletado nas narinas e nas amídalas este teste precisa ser feito de 3 a 7 dias em que o paciente esta com sintomas”, explicou a Ivânia.
Totti falou também sobre o isolamento domiciliar. “As pessoas que estão em isolamento é por que tiveram contato com pessoas que estão com suspeita, com pessoas que deram positivo ou ainda estiveram em outros municípios que tenham uma grande quantidade de casos. Então esse paciente fica em isolamento, nos aguardamos a questão de avaliação, se este paciente tiver uma evolução no quadro clínico como tosse, febre, falta de ar, dor de garganta ele é acompanhado pela unidade básica. Então a unidade faz o acompanhamento destes pacientes que estão isolamento e se estiver no período de fazer o teste ele vai fazer também. E esse isolamento tem que ser respeitado por que se a pessoa teve contato com o vírus ou com suspeito pode ser que esta pessoa não tenha sintomas no momento, como a gente vem falando desde o início o paciente do covid pode ser um paciente assintomático que não tem sintomas nenhum, ou sintomático que apresenta os sintomas da doença. Por isso as pessoas precisam ficar em isolamento porque se você está isolado e não tem sintoma e vai pra rua, vai com certeza estar passando o vírus para outras pessoas, o que pode gerar um estado grave no nosso município. Estamos muito preocupados com aumento dos números e com a falta de respeito das pessoas que estão em isolamento e não estão cumprindo”, ressaltou ela.
Todas as pessoas que estão de alguma forma envolvidas com o vírus sejam elas, pessoas que testaram positivo, pessoas com suspeita, ou as que estão em isolamento domiciliar assinam um termo de responsabilidade em que se responsabilizam em ficar no isolamento pelo período de 14 dias, e tem pessoas que não estão cumprindo com as regras. O secretário finalizou explicando que estas pessoas serão responsabilizadas. “Se essas pessoas que assinaram o termo de responsabilidade e estão em isolamento forem pegas andando nas ruas, ou tendo contato com outras pessoas será penalizada conforme as instruções do Ministério da Saúde”, concluiu o Waldir.
Assessoria/Caminho Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos