SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"
"Juntos Somos Mais Fortes

sábado, 4 de julho de 2020

"CORONAVIRUS: Brasil supera 1,5 milhão de casos de covid-19"

Brasil ultrapassa marca de 1,5 milhão de casos de covid-19País acumula 63.174 óbitos e 1.539.081 infecções, com 1.290 mortes e 42.223 novos casos em 24 horas. Segundo Ministério da Saúde, 868.372 pessoas se recuperaram e 607.535 estão em acompanhamento.O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Ministério da Saúde, registraram 1.290 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos oficialmente identificados até esta sexta-feira (03/07) para 63.174.
O Brasil teve 42.223 novos casos e soma agora 1.539.081 infecções pelo novo coronavírus. A taxa de letalidade da doença no país é de 4,1%. Na avaliação por grupo de 100 mil habitantes, o país tem um índice de mortalidade de 30,1 e a taxa de incidência é de 732.4.
Os estados mais afetados continuam sendo São Paulo (com 310.702 casos e 15.694 mortes) e o Rio de Janeiro (118.956 casos e 10.500 mortes).
Segundo Ministério da Saúde, 868.372 pessoas se recuperaram da doença e 607.535 casos estão em acompanhamento.
Diversas autoridades e instituições de saúde em todo o país alertaram que os números reais da doença devem ser maiores em razão da falta de testes em larga escala e da subnotificação.
RC/ots/cp
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos