Complexo Hospitalar de Cuiabá

Complexo Hospitalar de Cuiabá
CENTRAL DE ATENDIMENTO 55 65 3051-3000

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Prefeitura de Cáceres

Prefeitura de Cáceres
Av. Getúlio Vargas, 1895, Vila Mariana Cáceres - MT

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf

Tribunal de Contas de Mato Grosso - Presidente Dr. Guilherme Maluf
Rua Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, - Ed. Marechal Rondon - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT

quarta-feira, 1 de julho de 2020

"CORONAVÍRUS: Brasil tem 1.280 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas"

 Rio de Janeiro ultrapassou marca de 10 mil mortes por covid-19País soma 59.594 óbitos, 1.402.041 casos e 790.040 pessoas recuperadas desde o surgimento da doença em solo brasileiro. Rio de Janeiro ultrapassa marca de 10 mil mortos.A contagem das vítimas da epidemia do novo coronavírus no Brasil, divulgada pelo painel do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e pelo Ministério da Saúde, voltou a registrar mais de mil mortes pela doença em um período de 24 horas.
Os dois painéis registraram 1.280 mortes por covid-19, elevando o total de óbitos oficialmente identificados até esta terça-feira (30/06) para 59.594.
O Brasil ainda registrou 33.846 novos casos da doença, somando agora 1.402.041 infecções. A taxa de letalidade da doença no país é de 4,3%. Na avaliação por grupo de 100 mil habitantes, o país tem um índice de mortalidade de 28,4 e a taxa de incidência é de 667,2.
O Rio de Janeiro, a segunda unidade da federação mais atingida pela epidemia, ultrapassou a marca de 10 mil mortes, chegando a 10.080 óbitos e 112.611 casos. O estado mais afetado continua sendo São Paulo, com 281.380 pessoas infectadas e 14.763 mortes.
Em números acumulados, o Brasil tem 790.040 pessoas recuperadas e 552.407 em acompanhamento, segundo o Ministério da Saúde. Entretanto, diversas autoridades e instituições de saúde em todo o país alertaram que os números reais da doença devem ser maiores em razão da falta de testes em larga escala e da subnotificação.
RC/ots/cp
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos