SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

sexta-feira, 24 de julho de 2020

"DIPLOMACIA: China ordena fechamento de consulado americano"

Fachada do consulado em ChengduDecisão ocorre em retaliação à ordem do governo Trump para o encerramento das atividades da representação diplomática chinesa em Houston, no Texas. Pequim defende resposta considerada "legítima e necessária".A China ordenou nesta sexta-feira (24/07) o encerramento das atividades do consulado dos Estados Unidos em Chengdu, no sudoeste do país. A medida é uma retaliação à decisão dos EUA de fechar a representação diplomática chinesa em Houston, no Texas, e aumenta a tensão política que já se arrasta há alguns meses entre as duas maiores potências econômicas do mundo. Em comunicado, o Ministério do Exterior da China disse que a medida é "uma resposta legítima e necessária à ação injustificada dos Estados Unidos". "O relacionamento entre os dois países não é o que a China gostaria, mas Washington é responsável por isso", acrescenta a nota.
O ministério, porém, não determinou uma data específica para o fechamento da representação diplomática. No caso de Houston, o governo de Donald Trump deu aos diplomatas chineses apenas 72 horas para fazerem as malas.
"Pedimos novamente que os Estados Unidos se retratem de sua decisão equivocada e criem as condições necessárias para que as relações retornem ao caminho da normalidade", afirmou Pequim.
Os EUA anunciaram na quarta-feira o fechamento do consulado chinês e alegaram que a decisão visava proteger a propriedade intelectual americana e a informação privada dos cidadãos locais. Mas o governo americano não esclareceu por que agiu contra a unidade em Houston. Pequim disse que a medida representava uma "escalada sem precedentes" contra o país.
Na quinta-feira, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, disse que o consulado chinês em Houston servia como um centro para a "espionagem chinesa e usurpação de propriedade intelectual americana".
No mesmo dia, a China negou que a representação diplomática tivesse roubado informações ou propriedades intelectuais de empresas dos EUA e adiantou que haveria retaliação.
"Essas alegações são maliciosas e seu único objetivo é difamar a China. O fechamento do consulado é uma medida completamente injustificada, e a China se reserva o direito de retaliar", disse o porta-voz do Ministério do Exterior chinês, Wang Wenbin.
Além da embaixada em Pequim, os Estados Unidos têm cinco consulados na China continental e um na região semiautônoma de Hong Kong. A missão de Chengdu, inaugurada em 1985, cobre todo o sudoeste chinês, incluindo o Tibete, e possui 200 funcionários.
LE/efe, afp/cp
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos