SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

terça-feira, 28 de julho de 2020

"EPI: Delegado Claudinei recebe protetores faciais da IFMT de Campo Verde"

O parlamentar recebeu 200 máscaras de proteção a serem distribuídas em instituições com profissionais linha de frente da Covid-19. O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) esteve nesta última sexta-feira (24), no Instituto Federal de Mato Grosso – Centro de Referência de Campo Verde. Ele foi recepcionado pelo diretor-geral Livio dos Santos Wogel, os professores Pedro Henrique Pereira e Abimael Antunes Marques. Eles apresentaram todo o processo metodológico de produção dos protetores faciais – “face shields” - que é realizado pelos docentes e acadêmicos da instituição. Todos estes Equipamentos de Proteção Individual – EPIs são destinados para instituições que contam com profissionais que são linha de frente no combate e enfrentamento à Covid-19.
O projeto está em execução desde o final de março deste ano, sendo que já foram produzidas 4.595 unidades por meio de prototipagem rápida. “Uns dois meses que acompanhamos este importante projeto da IFMT, essa extensão de Campo Verde e de São Vicente. Essa parceria é muito importante com a sociedade e a distribuição de máscaras de proteção para órgãos como da segurança pública e saúde. Não só em Campo Verde, como em todo o estado de Mato Grosso. Estamos levando 200 máscaras para contribuir com a distribuição. A gente fica muito satisfeito deste trabalho voluntário que fica entre a direção, professores e acadêmicos, a gente tem que deixar este reconhecimento”, comenta Claudinei.
Ofício
Na oportunidade, Delegado Claudinei entregou aos representantes da IFMT o ofício que destinou para o deputado estadual e presidente Eduardo Botelho (DEM) da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) para que disponibilizasse recurso de R$ 53 mil para contribuir na aquisição de materiais e, assim, dar continuidade na produção dos protetores faciais pela instituição.
“Já que a Assembleia já devolveu R$ 30 milhões ao governo estadual para atender a Secretaria de Estado de Saúde, acredito que possa também oferecer neste combate e prevenção à Covid-19. Essa iniciativa é um olhar para os profissionais que são linha de frente. Agora, vou estar encaminhando um pedido formal para os deputados federais José Medeiros (PODE) e Neri Geller (PP), e o senador Wellington Fagundes (PL) para que também possamos conseguir recursos federais por meio da bancada para estar destinando para a IFMT”, posiciona o parlamentar.
Para o diretor-geral Livio da IFMT, a intenção é ampliar a distribuição das máscaras de proteção. “Estamos articulando com o deputado Claudinei para fazer mais propostas em nível federal para que possamos melhorar os nossos laboratórios e ampliar o atendimento para a população. A gente começou com R$ 8 mil reais, no planejamento, com a compra de máquinas. Hoje, estamos projetando chegarmos até R$ 100 mil reais de investimento neste projeto e, assim, trazer mais segurança para a nossa comunidade”, pontua.
Distribuição
As instituições beneficiadas com os protetores faciais da IFMT são de diferentes municípios mato-grossenses, sendo que envolve o Corpo de Bombeiros, Polícias Civil e Militar, Sicredi, Agência dos Correios, Hospital Coração de Jesus, Santa Casa de Cuiabá, Secretarias de Saúde de Rondonópolis, Campo Verde e Jaciara, Fundação Abrigo Bom Jesus, Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (Sisma - MT), Programa Saúde da Família (PSF) Cristo Rei, Hospital Regional de Rondonópolis, Hospital Universitário Júlio Müller de Cuiabá, Centro de Pastoral do Migrante de Cuiabá, Operação Amazônia Nativa (Opan), Consórcio Regional de Saúde Sul de Mato Grosso (Coress - MT), entre outros.
De acordo com o professor Pedro Henrique essas parcerias formadas, com trabalho em conjunto é muito relevante até passar este período da pandemia. “Até agora já temos uma quantidade prevista, temos neste momento materiais para atender a produção de mais 1.300 unidades. Agora, estamos tentando ter mais aporte para conseguir as viseiras”, explica o docente.
IFMT – Os Centros de Referência de Jaciara, Campo Verde e São Vicente da IFMT contam com cerca de 1.300 alunos, sendo que no total são 84 docentes atuantes na instituição. Os cursos oferecidos por essas unidades são de Agronomia, Análise de Desenvolvimento de Sistemas, Biologia, Técnico de Meio Ambiente e Zootecnia.
Samantha dos Anjos/Caminho Político
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos