SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"

"Braço Forte do Campo da Cidade e da Forquilha do Manso! Vereador Tito da Forquilha 14.123"
"Juntos Somos Mais Fortes

quarta-feira, 8 de julho de 2020

"PATRULHA RURAL: Método do Policiamento Rural de Rondonópolis será implantado em outros Comandos Regionais da PMMT "

O 4° Comando Regional da Polícia Militar de Rondonópolis é referência na redução da criminalidade na zona rural do município e região. O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), em reunião remota da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) com o comandante geral e coronel Jonildo José de Assis da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso (PMMT), recebeu informações relevantes relacionadas ao trabalho desenvolvido pela instituição. Uma delas foi a implantação do patrulhamento rural prevista nos Comandos Regionais existentes no Estado.

Coronel Assis informou que está em fase de finalização o Protocolo de Procedimento Operacional Padrão para implantação das patrulhas rurais nos Comandos Regionais da Polícia Militar. “Nós estamos, a exemplo de Rondonópolis que é nosso polo experimental e está dentro de uma normativa que vai ser encaminhada para cada Comando Regional. Ali, nasceu uma ideia, uma vontade, uma grande parceria entre a polícia militar, as associações e sindicatos dos produtores rurais, entre outros parceiros que deram um ótimo resultado”, explica o comandante geral.
Procedimento
O tenente-coronel Handson Freitas Farias do 4°Comando Regional da Polícia Militar de Rondonópolis conta que o procedimento da patrulha rural foi uma proposta apresentada pelo tenente-coronel Gleber Candido Moreno e coronel Wilker Soares Sodré ao comandante-geral Assis que aprovou o método aplicado e teve a intenção de estender para outras regiões de Mato Grosso. “Este projeto existe há dois anos e conta com um policiamento especializado feito pela Força Tática que atua de forma repressiva e preventiva. O bom que aproxima a polícia da comunidade rural. Houve a redução da atuação de criminosos nas propriedades rurais com a implantação da patrulha”, explica.
Deputado Claudinei avalia ser um grande avanço aplicar este plano de ação para outros municípios, para que, assim, não tenha espaço para os criminosos que migram para a zona rural para cometer delitos, como roubos de defensivos agrícolas, trágico de drogas e furtos dentro das propriedades rurais. “Se está dando certo em Rondonópolis, acho ideal em avançar para outras cidades para que tenhamos a redução da criminalidade. Excelente iniciativa da Polícia Militar, ainda mais que os moradores rurais passam a ser parceiros com a instituição e praticamente fazem o policiamento comunitário”, posiciona o parlamentar que é presidente da Comissão de Segurança Pública da ALMT.
Referência
De acordo com o tenente João Felipe Queiroz de Melo da Força Tática, a parceria entre os proprietários rurais e a polícia militar é essencial para os bons resultados obtidos. “Neste período de execução da patrulha rural, nós conseguimos reduzir a criminalidade. A parceria e proximidade com a comunidade rural e as ocorrências positivas que nós temos, sem dúvida é um balanço bem positivo”, destaca.
A iniciativa do patrulhamento rural veio na busca de referência de outras polícias militares do país que deram certo, comenta Melo. “As instituições pioneiras que fazem escola da Patrulha Rural foram as Polícias Militares de Goiás e Distrito Federal. É uma grande troca de experiências para a construção de um policiamento rural avançado. Essas referências possuem até batalhões específicos para a realização de patrulha rural e com base nestas experiências positivas, nós temos conseguido aprimorar e avançar e traçar novos horizontes”, esclarece.
Metodologia
Os métodos aplicados para contribuir com as ações do policiamento rural foi a realização do Cadastro Rural Ambiental (CAR) e o georreferenciamento das propriedades para a formação de um banco de dados com informações do imóvel. “Vem dado certo, a gente consegue chegar com mais agilidade nas solicitações de ocorrências pelas localizações das propriedades. No entanto queremos evoluir, tanto que está sendo desenvolvido uma parceria junto a Associação dos Produtores Rurais para a criação de um aplicativo que vai ter a função de copilar este georreferenciamento, bem como, informações inerentes à segurança de cada propriedade rural”, adianta o policial da Força Tática.
Melo diz que hoje são cerca de 800 proprietários e moradores rurais presentes em nove regionais, em que contam com grupos de WhatsApp regionalizados junto com a polícia militar. “Além de Rondonópolis, outras regiões estão envolvidas como Jaciara, Alto Taquari, São José do Povo, Itiquira, Gleba Rio Vermelho, Assentamento Carimã, Alto Araguaia. O policiamento comunitário, coloca a comunidade rural de forma participativa no processo da segurança pública com este meio comunicação”, ressalva.
Crimes
Um dos principais crimes combatidos pelo Policiamento Rural de Rondonópolis é o roubo de defensivos agrícolas, explica Melo. “São quadrilhas armadas e especializadas que levam pouco volume e valor agregado muito grande. Uma lata, por exemplo, pode sair por R$ 20 mil reais. Tem a questão dos furtos das pequenas propriedades rurais. Este trabalho que fazemos, reduzimos o tempo e resposta. As informações chegam com mais agilidade, principalmente com individuo suspeito”, pontua o policial.
Em relação às normas estabelecidas pela Casa de Leis devido à Covid-19, o local da reunião com o deputado Claudinei ocorreu na sala de reuniões Deputada Sarita Baracat da ALMT– por meio de videoconferência. Participaram também do encontro, o deputado Dr. João Matos (MDB) e os parlamentares integrantes da Comissão de Segurança Pública - membro titular Elizeu Nascimento (DC) e o suplente João Batista (Pros).
Samantha dos Anjos/Caminho Político
Caminho Politico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos