SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

"Pesquisa do Secovi-MT mostra o melhor resultado na venda de imóveis em Cuiabá"

De julho a setembro de 2020 foram movimentados mais de R$ 776,5 milhões com a venda de imóveis na capital mato-grossense. O montante é 13,06% superior ao registrado no mesmo trimestre de 2019 e o maior na série histórica desde o início da pesquisa, em 2015.
Já o número de unidades comercializadas atingiu a marca de 2.637, o que representa 16,53% acima do que foi registrado em 2019, atrás apenas das 2.835 unidades vendidas no primeiro ano da pesquisa. De acordo com o presidente do Secovi-MT, Marco Pessoz, os números impressionam, pois refletem uma retomada na melhora da conjuntura econômica e comercial nacional.
“Isso é um sinal de que o setor está voltando a crescer, principalmente por conta da taxa de juros mais baixa já registrada e das facilidades impostas ao mercado, como carência para pagamento. Ou seja, tanto para imóveis novos quanto usados, os números mostram crescimento e com perspectiva para que se mantenha assim por mais tempo”, afirmou Marco Pessoz.
De praxe, os imóveis comercializados foram, na sua maioria, de usados (2.168). Os novos somaram, ao todo, 469. Dentre as regiões da capital, a que apresentou maior transação de unidades no segundo trimestre foi a região Leste (848), seguida da Oeste (762), Sul (547) e, por último, a Norte (443). A zona rural comercializou 37 unidades no período.
Se comparado com o trimestre anterior (abril a junho), houve aumento de 19,4% para o valor transacionado (R$ 650,2 milhões) e de 32% para o número de unidades comercializadas (1.997). Para o acumulado do ano, a capital já soma mais de R$ 2.081 bilhões em valor transacionado e 6.508 unidades comercializadas.
O estudo de evolução do mercado imobiliário conta com o apoio da Fecomércio-MT e é realizado desde 2015 pelo Secovi-MT em uma parceria com a Secretaria de Fazenda do município de Cuiabá, com fonte dos dados do ITBI municipal.
Gustavo Ourique/Caminho Político
@caminhopolitico #caminhopolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos