SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

sábado, 24 de outubro de 2020

"SENADO: Lamento o desespero do ex-deputado Nilson Leitão."

Lamento o desespero do ex-deputado Nilson Leitão. Ele esteve no Congresso por oito anos e nunca conseguiu nada de relevante para Mato Grosso. Agora está surpreso porque fomos eficientes. Está surpreso porque atuamos com agilidade, conversamos com quem entende do assunto, apresentamos uma proposta e conseguimos sim mudar a forma de cálculo para dividir os recursos federais, beneficiando os estados produtores.
Lamento profundamente que esses oito anos de Nilson Leitão no Congresso tenham sido desperdiçados. Se ele não compreende o que eu fiz, por não saber a diferença entre uma emenda parlamentar e uma emenda a projeto de lei, eu o convido a conhecer o portal do Senado Federal, compreender a Emenda 04 do Senado ao PLP 39/2022 e até a copiar a emenda. Quando há interesse, a gente conquista o que busca.
Eu não conquistei a aprovação dessa emenda sozinho. Fiz uma grande articulação com meus colegas do Senado e com o presidente Bolsonaro, mostrando que, uma vez que não seria possível aumentar o valor total do auxílio aos estados, era fundamental adotarmos critérios mais justos para a divisão desse auxílio. Com essa articulação, conseguimos a aprovação da emenda no Senado e também na Câmara dos Deputados.
A mudança na divisão aumentou os recursos liberados aos municípios de Mato Grosso de R$ 70 milhões para R$ 967 milhões, 14 vezes mais. Não sei porque Nilson Leitão está com raiva por eu trazido mais recursos para os municípios. Eu fiquei feliz com isso, porque pude ajudar aos 141 municípios mato-grossenses, sem distinção.
Com a emenda que apresentei e aprovamos, o recurso destinado à administração estadual saltou de R$ 913 milhões para R$ 1,346 bilhão. Nilson Leitão pode até não acreditar nas minhas palavras, porque sou candidato à reeleição para o Senado e ele provavelmente não vai votar em mim. Mas ele deveria reconhecer a verdade das afirmações do governador Mauro Mendes, que já atestou publicamente em diversas ocasiões o incremento dos recursos recebidos pelo Estado.
Eu questiono: será que Nilson Leitão queria o pior para Mato Grosso e seus municípios? Para mim, foi uma graça concedida pela Providência Divina poder estar lá na hora certa para ajudar, por ter assumido da vaga no dia da votação do Orçamento de Guerra e por ter tido a oportunidade de apresentar essa emenda e articular sua aprovação, graças ao excelente relacionamento que sempre cultivei em Brasília. Lamento que ele não compartilhe desse sentimento e se sinta tão irritado – ou será apenas ciúme?
É por isso que a população de Mato Grosso precisa avaliar muito bem em quem votar nessa eleição para o Senado, observando as ações e posturas de cada candidato, para não corrermos o risco de, mais uma vez, termos um parlamentar em Brasília que não representa todos os mato-grossenses e que vai desperdiçar o mandato com politicagem e falsas acusações.
Para saber mais sobre o PLP 39/2020, toda a sua tramitação e emendas: https://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/141188
Para conhecer a Emenda 04, de autoria do Senador Fávaro: https://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=8100867&disposition=inline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos