TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Instagram planeja remunerar empresas de mídia por notícias na plataforma

Assim como o Google assinou acordos de pagamento por direitos autorais e uso de conteúdo com veículos da imprensa francesa, o Instagram planeja pagar publishers por notícias e informações na sua plataforma.
Segundo o site internacional Axios, a rede social planeja incluir empresas de mídias selecionadas em seu próximo teste para criadores remunerados. Entretanto, o Instagram está sendo cauteloso sobre como distribui a monetização para os editores, visto que ainda tenta descobrir como dividir a receita com os criadores em grande escala.
O Instagram não tem uma guia notícias separada onde colocaria conteúdo de notícias licenciado. O destino mais próximo seria o IGTV, semelhante ao Watch Tab do Facebook, onde o Facebook paga editores selecionados para fazer conteúdo.
Até o momento, a maioria dos criadores de conteúdo ganha dinheiro no Instagram divulgando ou vendendo seus próprios produtos, em vez de dividir a receita com a plataforma ou ser pago para criar conteúdo.
Apple
Segundo o NiemanLab, a Apple anunciou uma redução na taxa de comissão da App Store. A notícia beneficia os editores de notícias que vendem uma assinatura através da App Store.
Para uma empresa de mídia que se qualifica para este programa, deve aumentar a receita líquida para um novo assinante em um pouco mais de 21%. Desta forma, se os veículos ainda não oferecem assinaturas por meio da Apple, a ideia agora é mais atraente.
Ainda conforme o NiemanLab, cinco ou seis anos atrás, a maioria dos jornais americanos ficavam longe dos assinantes da App Store. Nos últimos anos, conforme a receita da circulação digital se tornou crucial para as empresas, mais jornais decidiram ingressar na plataforma.
Da Redação/PI/CP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos