Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Instagram planeja remunerar empresas de mídia por notícias na plataforma

Assim como o Google assinou acordos de pagamento por direitos autorais e uso de conteúdo com veículos da imprensa francesa, o Instagram planeja pagar publishers por notícias e informações na sua plataforma.
Segundo o site internacional Axios, a rede social planeja incluir empresas de mídias selecionadas em seu próximo teste para criadores remunerados. Entretanto, o Instagram está sendo cauteloso sobre como distribui a monetização para os editores, visto que ainda tenta descobrir como dividir a receita com os criadores em grande escala.
O Instagram não tem uma guia notícias separada onde colocaria conteúdo de notícias licenciado. O destino mais próximo seria o IGTV, semelhante ao Watch Tab do Facebook, onde o Facebook paga editores selecionados para fazer conteúdo.
Até o momento, a maioria dos criadores de conteúdo ganha dinheiro no Instagram divulgando ou vendendo seus próprios produtos, em vez de dividir a receita com a plataforma ou ser pago para criar conteúdo.
Apple
Segundo o NiemanLab, a Apple anunciou uma redução na taxa de comissão da App Store. A notícia beneficia os editores de notícias que vendem uma assinatura através da App Store.
Para uma empresa de mídia que se qualifica para este programa, deve aumentar a receita líquida para um novo assinante em um pouco mais de 21%. Desta forma, se os veículos ainda não oferecem assinaturas por meio da Apple, a ideia agora é mais atraente.
Ainda conforme o NiemanLab, cinco ou seis anos atrás, a maioria dos jornais americanos ficavam longe dos assinantes da App Store. Nos últimos anos, conforme a receita da circulação digital se tornou crucial para as empresas, mais jornais decidiram ingressar na plataforma.
Da Redação/PI/CP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos